Macas especiais, privilégios aos grandes, multa para críticos e disputa por vaga entre rivais que não se enfrentam. Tem de tudo nos regulamentos dos campeonatos estaduais

José Maria Marin e Marco Polo Del Nero sustentam estaduais cada vez menos atraentes
Mowa Press
José Maria Marin e Marco Polo Del Nero sustentam estaduais cada vez menos atraentes

Alguns dos principais campeonatos estaduais do Brasil começam neste final de semana, e cada um deles tem em seu regulamento uma bizarrice. Há casos em que imperfeições de 2014 foram mantidas para este ano sem qualquer constrangimento das federações. Há torneios que preveem multas para quem se manifestar contra o certame, e outros com 10 times em que seis se classificam. Veja abaixo alguns desses casos. Tem até multa para times que não enviarem DVDs dos jogos para sua federação. 

Gaúcho
O detalhe bizarro do regulamento do Campeonato Gaúcho está na forma minuciosa como a federação definiu quais macas podem ser utilizadas nos jogos do torneio. "O clube mandante deverá utilizar maca rígida (madeira ou outro material rígido). Fica proibido o uso de macas de lona na competição". Outra determinação da FGF também é inusitada. "O clube mandante deverá providenciar a filmagem na íntegra (completa) em DVD, dos seus jogos, devendo remetê-la à FGF em até 48 (quarenta e oito) horas após jogo, sob pena de multa de R$ 5 mil reais por partida.

Leia também:  Estaduais pagam pouco a campeões e não dão retorno esportivo

Carioca
No Estadual do Rio , a bizarrice está na proibição da Ferj a críticas ao torneio. De acordo com o artigo 133 do regulamento geral do torneio, a entidade "poderá aplicar multa de R$ 50 mil caso algum clube reclame do Carioca-2015 através dos meios de comunicação". Cada clube reincidente verá dobrada sua punição, que só será perdoada caso o presidente da equipe assine nota oficial pedindo desculpas. O Fluminense e o Flamengo, em guerra contra a Ferj , podem ter prejuízo nesse Carioca.

Campeonatos estaduais já tiveram graça: 12 jogos que não serão esquecidos


São Paulo
Como em 2014, o Campeonato Paulista  tem a particularidade de colocar em disputa nos seus quatro grupos clubes que não se enfrentam. Para definir os classificados de cada uma das chaves, os cinco times que as compôem enfrentam rivais de outros grupos. Totalizam 15 jogos contra adversários que na prática não oferecem riscos diretos de classificação. Não há confrontos diretos pelas duas vagas de cada grupo. 

O Santa Cruz, de Ricardinho, foi privilegiado no regulamento do Pernambucano
Antônio Melcop/Site oficial do Santa Cruz
O Santa Cruz, de Ricardinho, foi privilegiado no regulamento do Pernambucano

Pernambucano
Uma das bizarrices do estadual de Pernambuco em 2014 foi alterada para 2015. Na final, o saldo de gols será critério de desempate nas duas partidas. No ano passado, após os dois jogos, se houvesse um vencedor em casa, a partida iria para os pênaltis. A reclamação para esse ano é a inclusão do Santa Cruz direto na segunda fase do torneio. Apenas equipes que estão na Copa do Nordeste teriam esse direito (Sport, Náutico e Salgueiro). O privilégio foi estendido a um dos grandes do Estado, mesmo fora do Nordestão. 

Matogrossense
No ano passado, nove clubes foram divididos em dois grupos, um de quatro, outro de cinco. E os quatro primeiros de cada um avançavam para as quartas de final. Ou seja, em um dos grupos, todos avançavam. Em relação a 2014 há um avanço na disputa do campeonato do Mato Grosso deste ano. Agora são 10 times divididos em dois grupos de cinco e só os três primeiros avançam. O torneio ainda premia 60% dos times. 

Confira ainda:  Valor de mercado dos Estaduais cai 7% em 2015, diz estudo

Goiano
Dividido em dois grupos de cinco, os times de cada um deles enfrentam os rivais da outra chave em turno e returno. Depois, em turno único, enfrentam os adversários da mesma chave totalizando 15 datas. O formato privilegia quem enfrenta os adversários do mesmo grupo em casa. Os dois primeiros de cada grupo avançam para as semifinais.

Baiano
Como em outros estaduais, o Campeonato Baiano servirá como classificatório para a Série D e para a Copa do Nordeste de 2016. Mas a federação do estado quis ser simpática aos filiados e os deixou bem à vontade. A equipe do interior mais bem colocada poderá escolher se disputa uma competição ou outra. A segunda mais bem colocada fica com o torneio preterido pela primeira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.