Segundo site especializado em finanças do futebol, clubes investiram 21,9 milhões de euros. Ingleses encabeçam a lista

Marcelo Cirino: contratação mais cara do país
Divulgação/Site oficial do Flamengo
Marcelo Cirino: contratação mais cara do país

Em comparação com times de outros países do mundo, os brasileiros não têm chamado tanta a atenção assim no que diz respeito a investimentos nesta janela de transferências de janeiro. De acordo com um levantamento feito pelo site transfermarkt , especializado em finanças do futebol, os clubes que disputarão a primeira divisão do Brasileirão em 2015 somam 21,9 milhões de euros em contratações.

Leia mais:  Alvo do Flamengo, Cícero teve importância e rendimento menores em 2014

O valor coloca o campeonato na oitava posição do ranking com ligas nacionais que mais gastaram, atrás não só dos principais países europeus como de China e México -- que aparecem em segundo e em terceiro lugares, respectivamente. O topo da lista pertence ao Campeonato Inglês, no qual os times desembolsaram até agora cerca de 77,1 milhões de euros.

Veja ainda:  Ainda sem acordo com Corinthians, Guerrero admite vontade de voltar à Europa

De acordo com o transfermarkt , a movimentação mais cara foi feita pelo Manchester City, que gastou 32,3 milhões de euros para tirar o atacante marfinense Wilfried Bony do Swansea. Entre os clubes brasileiros, a transação de maior valor foi a ida do atacante Marcelo Cirino ao Flamengo, por 5 milhões de euros. 

Veja abaixo o levantamento do transfermarkt , com quanto cada liga gastou (em euros):

Campeonato Inglês - 77,1 milhões
Campeonato Chinês - 74,6 milhões
Campeonato Mexicano - 70,0 milhões
Campeonato Espanhol - 47,4 milhões
Campeonato Italiano - 40,5 milhões
Campeonato Alemão - 28,7 milhões
Campeonato Francês - 25,3 milhões
Campeonato Brasileiro - 21,9 milhões
Campeonato Alemão (segunda divisão) - 12,0 milhões
Campeonato Argentino - 9,4 milhões

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.