Jakub Blaszczykowski, meia do time alemão, lançará livro sobre sua vida com passagem traumática na sua infância

Jakub Blaszczykowski é titular do Borussia Dortmund e da seleção polonesa
AP
Jakub Blaszczykowski é titular do Borussia Dortmund e da seleção polonesa

Jakub Blaszczykowski, meia polonês de 29 anos do Borussia Dortmund , lançará sua autobiografia em maio e contará um episódio traumático de sua infância. Quando tinha 10 anos, Kuba, como é chamado no clube alemão, viu, ao lado do irmão, seu pai matar a sua mãe, Annę Błaszczykowską, a punhaladas. 

"Na minha autobiografia eu digo tudo o que eu vivi, até mesmo quando testemunhei o assassinato da minha mãe pelas mãos do meu pai", disse Kuba em entrevista ao jornal alemão "Die Welt". "Não é fácil. É algo que eu não esqueci e nunca vou esquecer. Faz parte de mim".

O pai de Kuba, Zygmunt Błaszczykowski, foi condenado a 15 anos de prisão e tanto Kuba como seu irmão, Dawid, nunca mais quiseram manter contato com ele. Zygmunt morreu em 2012. Kuba e o irmão foram ao enterro apesar do afastamento que tinham do pai. 

Kuba diz que sua intenção é dar um testemunho de superação para jovens de seu país, para que não desistam mesmo na maior das adversidades. "Já enfrentei muitos problemas na minha vida e tudo me fez mais forte. Quando há algum problema hoje na minha vida, enfrento, porque sei que já vi o pior", comentou. 

A autobiografia de Blaszczykowski foi escrita pela jornalista polonesa e será lançada em maio. Ainda não há previsão de versões em português. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.