Além de Renato Cajá, a Ponte Preta renovou os contratos de outros três jogadores: os laterais João Paulo e Rodinei e o centroavante Alexandro

Após voltar do Bursaspor-TUR para ajudar a Ponte Preta a retornar à elite do futebol brasileiro, o meia Renato Cajá pôs fim aos rumores sobre sua saída e renovou contrato com a Macaca até dezembro de 2015. Depois de longa negociação envolvendo Cláudio Guadagno, seu empresário, e o gerente de futebol campineiro, Gustavo Bueno, o camisa 10 aceitou reduzir seu salário para se readequar à realidade financeira do clube e prosseguir em Campinas.

Mercado da bola:  veja as transferências que movimentam o futebol brasileiro

"Quis ficar pois agora é a hora boa. Desejo vestir mais uma vez a camisa da Ponte Preta no Paulistão e também no Brasileiro da Série A. Quero ajudar a Macaca a ter um ano de vitórias. Gosto muito do clube e da cidade, então, decidi aceitar o ajuste salarial. Agradeço a todos que torceram pela minha permanência. Estou feliz e espero que 2015 seja um grande ano para todos", disse o articulador.

Satisfeito com o desfecho da negociação, Gustavo Bueno exaltou o empenho de Cajá para seguir o planejamento da diretoria e seguir vestindo o manto ponte-pretano. "O Renato sempre se mostrou um excelente profissional e tem grande identificação com a Ponte. Ele fez um esforço para se adequar ao novo patamar salarial do clube e permanecer conosco. Estamos certos que teremos um excelente ano juntos e que esta renovação será importante tanto para ele quanto para nós", argumentou o dirigente.

Além de Renato Cajá, a Ponte Preta renovou os contratos de outros três jogadores: os laterais João Paulo e Rodinei e o centroavante Alexandro. Ainda negocia seu futuro na Macaca o sexteto formado por Fernando Bob, Josimar, Juninho, Roni, Thomás e Tiago Alves. Bruno Silva e Rodrigo Biro, que retornam de empréstimo, devem seguir no interior paulista, diferente de Alemão e Rildo, que possuem futuro indefinido.

Até o momento, a formação ponte-pretana anunciou nove reforços: Paulinho (volante), Dedé (volante) Diego Ivo (zagueiro), Pablo (zagueiro), Renato Chaves (zagueiro), Matheus Inácio (goleiro), Tchê Tchê (meia), Vitor Xavier (meia) e Fábio Santos (atacante). A estreia no Campeonato Paulista ocorre diante da Portuguesa, no estádio Moisés Lucarelli.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.