Time sofreu no Brasileiro entre a 24ª e a 31ª rodada e teve dois empates e seis derrotas neste período

Apesar do bom resultado no Campeonato Brasileiro (11ª colocação), o Sport  viveu momentos difíceis no torneio. Entre os meses de setembro e outubro, a equipe chegou a ficar oito rodadas sem vencer, empatando duas partidas e perdendo seis. Em balanço da temporada, o presidente João Humberto Martorelli explicou por que não demitiu o técnico Eduardo Baptista durante a sequência ruim.

Eduardo Baptista, técnico do Sport
Heuler Andrey/Getty Images
Eduardo Baptista, técnico do Sport

"Lá atrás fizemos um planejamento para o segundo semestre e ele anteviu que o Sport chegaria numa boa posição. Quem acompanhou o trabalho viu que ele é um homem sério, competente e identificado com o Sport. Aconteceram contusões que tiraram peças importantes durante aquela má fase. Mas o compromisso com o trabalho e o planejamento não mudaram. Me senti muito tranquilo em mantê-lo", justificou o mandatário leonino ao portal NE10 .

Esta sequência negativa aconteceu entre a 24ª e a 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, e se iniciou com uma derrota para o Bahia, por 1 a 0. Ao fim do mau momento, no entanto, o Sport começou uma sucessão de bons resultados e, da 32ª rodada até o fim do torneio, não perdeu mais nenhuma partida. Sendo assim, a equipe se afastou rapidamente da zona de rebaixamento e conquistou uma vaga na Copa Sul-americana de 2015.

Eduardo Baptista é filho do também treinador Nelsinho Baptista, e trabalhava como preparador físico do Sport até ser efetivado como técnico em fevereiro, após três vitórias em três jogos como interino. Além do desempenho consideravelmente bom no Campeonato Brasileiro, o Leão conquistou o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste em 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.