Craque português recebeu o prêmio "Globe Soccer" e em tom de brincadeira, disse que é prenúncio para o prêmio da Fifa

Cristiano Ronaldo admite ser favorito para o prêmio Bola de Ouro da Fifa
AP
Cristiano Ronaldo admite ser favorito para o prêmio Bola de Ouro da Fifa

Na véspera do amistoso entre Real Madrid  e Milan , na próxima terça-feira, os dois maiores campeões europeus, que será disputado em Dubai para colocar fim aos compromissos de 2014, o português Cristiano Ronaldo foi premiado como melhor jogador do ano pela Globe Soccer . Confiante, CR7 falou, em tom de brincadeira, que o prêmio nos Emirados Árabes é um prenúncio do que acontecerá na cerimônia do dia 6 de janeiro, quando a Fifa vai eleger o melhor jogador do ano.

Além de melhor atleta, o atacante lusitano, principal jogador do Real Madrid e favorito ao prêmio da Fifa, levou a melhor também com relação aos torcedores, sendo eleito como o jogador mais querido pelo público de acordo com votação promovida pelo Marca . "Espero que isso possa ser um bom sinal para a Bola de Ouro, mas isso não me preocupa, os votos já foram feitos. Tenho que agradecer aos meus companheiros e a Ancelotti pelo ano fantástico que fizemos. Ganhamos quatro títulos e somos uma das melhores equipes do mundo, este prêmio é um prazer", declarou o atleta.

Veja ainda: Sem Neymar, Fifa anuncia os três candidatos à Bola de Ouro

Colocando a conquista da Liga dos Campeões como o grande feito da temporada, Cristiano Ronaldo se mostrou seguro de suas habilidades e disse sentir que não precisa provar nada a ninguém. "Não preciso mostrar nada, meu jogo fala por si dentro do campo. As coisas vem de forma natural, sempre fazer o melhor para a equipe. A décima foi uma das grandes emoções do ano, foi um momento especial porque buscávamos isso há muito tempo", falou.

Confira a classificação atualizada, artilharia e notícias do Campeonato Espanhol

Assediado pelos fãs por onde passa, Cristiano Ronaldo não deixou de agradecer aos torcedores que o elegeram como personalidade mais marcante no futebol. "Jogamos para os torcedores, os estádios estão sempre cheios para verem algo especial. Nós, como jogadores, temos que fazer o melhor dentro de campo para retribuir", admitiu o português.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.