Diante do término da parceria com Unimed, seu principal patrocinador durante 15 anos, clube tenta equilibrar receitas

Diante do término da parceria com a Unimed, principal patrocinadora do clube durante 15 anos, o Fluminense tenta equilibrar as receitas para, ao mesmo tempo, manter jogadores importantes do atual elenco e trazer novas peças para fortalecer o grupo. Porém, frente à diminuição do fluxo de caixa, o Tricolor carioca teve de apostar em jogadores com pouca experiência em Série A, cujo valor do passe é baixo, para montar o elenco de 2015.

Fora o meio-campista Marlone, já com experiência em Série A - e conhecido no futebol carioca - após passar por Vasco e Cruzeiro, os outros seis jogadores contratados e avalizados por Peter Siemsen (presidente) e Fernando Simone (diretor de futebol) não tem passagens por grandes clubes nem ampla experiência na disputa da Série A e competições internacionais.

Mesmo tendo passado por clubes de grande expressão no eixo Rio-São Paulo, como São Paulo e Botafogo, além de Figueirense, o zagueiro João Felipe, de 26 anos, tem apenas 31 partidas na Série A. O jogador obteve grande destaque sob o comando de Geninho, atuando de forma positiva na campanha de acesso do Avaí à elite do futebol. Victor Oliveira, outro defensor que disputou a Série B, agora pelo Atlético-GO, também foi contratado para compor elenco, e fará sua estreia na Série A em 2015.

Nas laterais, o recém-contratado Giovani atuou durante mais de metade do campeonato pelo Criciúma, que acabou sendo a primeira equipe a ter o rebaixamento decretado, com mais de oito rodadas de antecedência. Outro rebaixado a Série B, Guilherme Santos - que defendeu o Bahia na temporada que passou - tem um pouco mais de experiência na elite por ter atuado em Atlético-MG, Vasco e Figueirense.

Os reforços para o setor ofensivo, até o momento, não passam de apostas. O atacante Lucas Gomes, que disputou a Segundona pelo Icasa - clube que acabou sendo rebaixado à terceira divisão -, jamais disputou um jogo na Série A. Já o meia Vinícius, destaque do Náutico, tem apenas oito aparições na elite, todas com a camisa do Coritiba, entre 2012 e 2013.

Clube tenta renovar com Gum

Depois de sofrer com a defesa, o Fluminense se prepara para um 2015 diferente. Ao menos na quantidade de zagueiros. O clube contratou João Filipe, tem o retorno de empréstimo de Wellington Carvalho e tenta também a renovação de contrato de Gum.

Caso a diretoria obtenha êxito, o técnico Cristóvão Borges terá oito defensores à disposição para a próxima temporada. Além do trio, o grupo conta ainda com Guilherme Mattis, Henrique, Marlon, Victor Oliveira e Elivélton.

A permanência do último, entretanto, não é garantida. O zagueiro pode acabar tendo o mesmo destino de Fabrício, que deixou o clube. Os dois foram muito criticados ao longo do ano por suas atuações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.