Como havia prometido, atacante está de férias em seu país e deixou parada a negociação para renovação de contrato

Paolo Guerrero está cumprindo o que prometeu quando deixou o Brasil, há duas semanas. De férias no Peru, ele curte as férias com os familiares e participa de seus compromissos anuais com a comunidade de Lima, deixando para depois as negociações da renovação de seu contrato com o Corinthians .

Mercado da bola: veja as transferências que movimentam o futebol brasileiro

Na denominada Caravana de Natal, o atacante passou por vários bairros carentes de sua cidade distribuindo presentes. "Agradeço todas suas demonstrações de carinho. Sou feliz fazendo essas coisas, vendo o sorriso das crianças. É algo que me emociona muito. Sempre é bom dar um pouco de alegria e um presentinho para as crianças levarem para casa", disse o centroavante alvinegro.

Após últimas vagas definidas, veja como ficaram os grupos da Copa Libertadores

Para ficar no Corinthians, ele também quer um presentinho. Além do salário de pouco mais de R$ 500 mil e do contrato até o fim de 2017, já acordados com a direção, ele pede um prêmio de US$ 7 milhões (R$ 18,7 milhões) pela assinatura. O clube oferece luvas de US$ 5 milhões (R$ 13,4 milhões).

Interesse do Corinthians deve fazer Fluminense exercer opção de compra por Edson

Os dirigentes seguem em contato com os empresários do atleta, que são brasileiros, mas não imaginam qualquer desfecho para este ano. O contrato atual do peruano expira na metade da próxima temporada, e a expectativa da direção é resolver a renovação em janeiro, antes da fase prévia da Copa Libertadores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.