Tamanho do texto

Zagueiro de apenas 19 anos de idade foi um dos jogadores mais regulares do time na reta final do Campeonato Brasileiro

Marlon, zagueiro do Fluminense
Site oficial
Marlon, zagueiro do Fluminense

Com o rompimento com a parceira Unimed, o Fluminense irá cada vez mais recorrer aos jogadores da categoria de base. Em 2014, o técnico Cristóvão Borges deu chances aos jovens jogadores e poucos deles aproveitaram a chance tão bem quanto Marlon. O zagueiro estreou na goleada de 5 a 2 contra o São Paulo, no dia 21 de maio deste ano, e foi um dos jogadores mais regulares do time na reta final do Campeonato Brasileiro.

"Para mim foi um ano muito proveitoso. Não esperava que as oportunidades fossem aparecer tão rapidamente, mas aconteceu. Infelizmente não foi da maneira que eu queria porque meus companheiros se machucaram, mas pude aproveitar do melhor jeito possível. Agora é focar para o ano que vem. Preciso ter a cabeça no lugar", analisou o jogador.

Aos 19 anos, ele conseguiu suprir as ausências dos jogadores mais experientes, como o capitão Gum. Além disso, mesmo com o clube em crise, ele mostrou um bom futebol em suas 20 partidas no Brasileirão, sendo 16 delas como titular e tomando apenas quatro cartões amarelos.

"Achei tudo muito rápido. Minha meta era ter oportunidades somente no ano que vem, porque muitos garotos sobem para o grupo profissional, ficam treinando e não jogam. Pensei que seria assim comigo também. Entrei, joguei bem e, principalmente, pude ajudar meus companheiros. Todos me ajudaram e espero repetir a sequência em 2015", afirmou o atleta.

Para coroar suas boas atuações, o técnico da Seleção Brasileira sub-20, Alexandre Gallo, convocou-o para disputar o Campeonato Sul-americano da categoria, em janeiro de 2015. Sem poder fazer grandes contratações para a próxima temporada, Cristóvão deve dar uma sequência de jogos ainda maior para Marlon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.