Tamanho do texto

Treinador voltou atrás no acordo com o clube carioca por conta de um problema familiar

A diretoria do Vasco  já começava a esboçar o planejamento para a próxima temporada e tinha programado a apresentação do técnico Marquinhos Santos para a manhã desta sexta-feira. Porém, o comandante, responsável por livrar o Coritiba do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, desistiu de assumir o Cruz-maltino. O profissional alegou um grave problema de saúde em sua família para voltar atrás da decisão e não viajar ao Rio de Janeiro (RJ).

Para o desespero dos torcedores, eles podem deixar o time que defenderam em 2014

Na madrugada desta sexta-feira o clube carioca informou o fato em uma nota oficial: "O técnico Marquinhos dos Santos não será mais o novo treinador do Vasco. Um grave problema de saúde na família o impede de, neste momento, se mudar para o Rio de Janeiro. O Vasco deseja que Marquinhos dos Santos tenha toda a tranquilidade para enfrentar a situação e agradece a atenção e a vontade de servir ao clube. Os nossos caminhos, com certeza, um dia se encontrarão".

A desistência de Marquinhos, porém, abre uma lacuna para a diretoria do Vasco. A escolha dos dirigentes estava entre ele e Ricardinho, que acabou fechando com o Santa Cruz logo depois de os cariocas terem anunciado o comandante do Coritiba. As opções no mercado começam a ficar escassas. Eduardo Baptista, que sempre foi a primeira opção, assinou a renovação de contrato com o Sport, enquanto que Ricardo Drubscky, que dirigiu o Goiás no Brasileirão e corria por fora, vai dirigir o Vitória.

Vasco repete escolha de 2013 e escolhe Pinheiral para fazer a pré-temporada

Gilson Kleina continua sem clube, porém, seu salário é considerado alto para a realidade do Vasco. O vice-presidente de futebol José Luis Moreira e o gerente Paulo Angioni estão em contato direto com o presidente Eurico Miranda para tratar do assunto. O mandatário solicitou que Petkovic seja sondado. O sérvio dirigiu o time reserva do Atlético-PR do ano passado. Outra possibilidade é Vagner Mancini, que dirigiu o próprio Vasco em 2010. O treinador, que foi rebaixado para a Série B com o Botafogo, está disponível, mas seu nome encontra resistência com o próprio Eurico.

O gerente de futebol do Gigante da Colina, Paulo Angioni, afirmou em entrevista à ESPN Brasil que espera definir o nome do novo treinador, em conjunto com a cúpula vascaína, até a próxima semana. "Não é tão fácil encontrar um perfil que se adequa a nova filosofia do Vasco, mas acreditamos que até segunda-feira já tenhamos um nome decidido para assumir o time", comentou.

Sem dar margem às especulações, Paulo garantiu que o principal nome até o momento era o de Marquinhos Santos, e que a partir de agora, o novo técnico tem de se adequar não só à filosofia do clube como às condições financeiras. "É preciso que o novo projeto se adeque na parte financeira e na mentalidade. Não queremos um técnico necessariamente jovem na idade, mas sim na mentalidade", falou a mesma emissora.

O adiamento da definição do novo técnico está interferindo no planejamento do elenco para a próxima temporada, com o clube também atrasando a ida ao mercado na busca de jogadores que possam reforçar o grupo. Até o momento os únicos "reforços" definidos foram o lateral-direito Nei e o volante Sandro Silva, que vinham treinando em separado do elenco por decisão da diretoria anterior e serão aproveitados por terem contrato por mais dois anos com o clube carioca.

Na mesma situação, porém com vínculo somente até dezembro, o goleiro Michel Alves será liberado. Já o zagueiro Rodrigo vem negociando uma rescisão amigável, pois tem contrato até dezembro de 2015, mas uma cláusula permite a sua saída em dezembro. Recentemente, os meias Douglas e Maxi Rodríguez, e o atacante Kleber Gladiador deixaram a Colina rumo ao Grêmio. Os dois últimos estavam emprestados ao Vasco pelo clube gaúcho.

A ideia da diretoria é ter o elenco fechado na reapresentação, prevista para o dia 2 de janeiro. A pré-temporada, que começará dia 5, após a realização de exames médicos, vai ser realizada na cidade de Pinheiral (RJ), onde o plantel já trabalhou no início deste ano. No fim de janeiro o time vai participar de um torneio amistoso em Manaus (AM) que conta ainda com Flamengo, São Paulo e Orlando City, dos Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.