Lucas Pratto confirmou sondagem da dupla mineira e não descarta a possibilidade de atuar no futebol brasileiro

Mal acabou o Campeonato Brasileiro e a dupla mineira não perde tempo na corrida por reforços para a temporada que vem. Com saída já anunciada do Vélez Sarsfield, o atacante Lucas Pratto pode trocar Buenos Aires por Belo Horizonte nos próximos dias.

Atacante argentino Lucas Pratto, do Vélez Sarsfield, é alvo de disputa dos clubes mineiros
Giuliano Gomes/Getty Images
Atacante argentino Lucas Pratto, do Vélez Sarsfield, é alvo de disputa dos clubes mineiros

Leia também: Técnicos, reforços pontuais e planejamento: os segredos do futebol mineiro

"Amanhã (quinta-feira) vou conversar com meu empresário. Há chances no Cruzeiro e no (Atlético) Mineiro ", confirma o atleta à rádio América 1990. Ele é um dos artilheiros do Campeonato Argentino, que marcou 11 gols em 19 rodadas do torneio.

Apesar do bom desempenho de Pratto, o Vélez ficou longe de brigar pelas primeiras colocações. A equipe de do bairro de Liniers amargou a 11ª colocação ao acumular 25 pontos. Desta forma, o principal destaque da equipe já declara que pretende enfrentar "novos desafios" no próximo ano. Assim dupla mineira surge com opção após faturar os títulos nacionais deste ano.

"A liga brasileira é muito boa, e ainda posso ficar perto da Argentina. Vamos ver se essa possibilidade se torna realidade", ressalta o centroavante, desta vez contendo o desejo de deixar o Vélez.

Atualmente com 26 anos, ele atua no time argentino desde 2012.Revelado pelo Boca Juniors, Pratto rodou pela Argentina e acumulou experiências internacionais ao defender o Lyn, da Dinamarca; o Genoa, da Itália; e a Universidad Católica, do Chile. Mas em nenhum deles chamou grande atenção. A partir do acerto com o Vélez, porém, a boa sequência gerou interesse em vários clubes sul-americanos.

No começo do ano ele foi procurado por Flamengo e Palmeiras, mas as negociações não avançaram. Agora, além de Atlético-MG e Cruzeiro, os gigantes argentinos também estariam na briga pelo atacante. Mas ele não dá atenção aos boatos. "Do futebol daqui ninguém me procurou. Também deixei de escutar os comentários sobre jogar no Boca ou no River Plate", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.