Com reunião marcada, meia chileno do Palmeiras tem vínculo até o meio do ano que vem e disse que precisa de atletas de nome para jogar ao seu lado

Único jogador com o nome cantado pela torcida após o empate com o Atlético-PR nesse domingo , Valdivia se reunirá nesta semana com o Palmeiras para avançar nas negociações para renovar seu contrato, que acaba em agosto. As principais exigências do chileno devem ser por um time forte em 2015, que não dependa tanto dele.

"Estarei sempre em dívida com o Palmeiras", diz Valdivia sobre renovar contrato

"Quando o Kaká e o Souza foram para a Seleção Brasileira, todos parabenizaram. Quando o Tardelli foi para a Seleção, o Atlético-MG não perdeu. Mas eu tinha que pedir dispensa, voltar e jogar... Muito se fala sobre mim porque falam que só tem o Valdivia no Palmeiras. Tenho muito orgulho dos jogadores que hoje estão no grupo, mas está na hora de ter companhia, sim", comentou o meia.

Valdivia, meia do Palmeiras
Friedemann Vogel/Getty Images
Valdivia, meia do Palmeiras

Paulo Nobre já sabe que seu jogador mais caro quer renovar, e a exigência do camisa 10 é de que seja por, ao menos, duas temporadas. Até agora, a concorrência só ocorreu em sondagens. "O Colo Colo me procurou, é minha equipe no Chile, foi a instituição q me formou como jogador. Mas ainda tenho muita lenha para queimar no Brasil", deixou claro Valdivia.

"Meu contrato vai até agosto do ano que vem e, antes de eu viajar para o Chile, tenho uma reunião com o presidente para falar sobre isso. Já comuniquei minha postura, minha decisão já foi tomada, ele sabe. Agora vamos conversar. O mais importante de tudo é a vontade tanto do clube quanto do jogador. A vontade dos dois é clara", prosseguiu.

Nobre chegou a vender Valdivia depois da Copa do Mundo para o Al Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos, mas o meia não se acertou e acabou se reapresentando ao Verdão após passar um mês na Disney, dizendo-se em férias dadas pelo clube do Oriente Médio. Agora, o presidente manifestou durante a campanha de sua reeleição a vontade de renovar com o meia, que também quer ficar.

"Eu me sinto feliz aqui. Agradeço e valorizo muito o carinho da torcida que me apoia, que são muitos. Espero que, para o ano que vem, não soframos do jeito que sofremos neste ano. É muito importante iniciar 2015 já com todos do elenco", disse Valdivia, em outra cobrança pública por reforços, e negociação ágil para trazê-los até a reapresentação do Palmeiras, em 7 de janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.