Apesar do susto da luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, zagueiro avalia positivamente a temporada do time

Nem todos os percalços do Flamengo ao longo do ano desanimam Samir. Apesar do susto da luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o zagueiro avalia positivamente a temporada rubro-negra. Pessoalmente, porém, relembra os problemas físicos e espera que o próximo ano seja de melhor sorte clinicamente.

"De uma forma geral, o ano de 2014 foi bom. Conquistamos mais um título estadual diante de um grande rival. Depois, tivemos alguns problemas na disputa do Campeonato Brasileiro, mas mostramos a nossa força e nos recuperamos depois de um período delicado", analisa o defensor, colocando o 33º título do Campeonato Carioca na balança, mas citando em seguida a frustrante desclassificação na Copa do Brasil.

"Claro que ficamos chateados pela eliminação na Copa do Brasil, mas não podemos esquecer que o time chegou entre os quatro melhores", pondera. "O torcedor está certo de querer sempre mais, e sabemos que o grupo tem condições para isso. Vamos com tudo para a próxima temporada."

Para o próximo ano de Samir ser melhor, porém, suas condições físicas também precisam melhorar. Por isso o defensor espera aparecer pouco no departamento médico rubro-negro. "Será um ano sem lesões. Tive um problema que me prejudicou bastante (neste ano), acabou me limitando em algumas situações, mas tudo faz parte do aprendizado e amadurecimento", avalia.

Em números, o ano do Flamengo não parece tão elogiável quando Samir faz parecer. Somando as campanhas de Campeonato Carioca, Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão, o Rubro-Negro soma 34 vitórias, 14 empates e 19 derrotas. Assim, alcança 57,7% de aproveitamento ao longo da temporada. A última chance de melhorar esta marca é às 17 horas (de Brasília) deste domingo, quando a equipe visita o Grêmio pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.