Gol do francês Ribery no segundo tempo garantiu a vitória por 1 a 0 na Allianz Arena, neste sábado, em Munique

Ribery comemora com Xabi Alonso o gol da vitória do Bayern sobre o Leverkusen
Matthias Schrader/AP
Ribery comemora com Xabi Alonso o gol da vitória do Bayern sobre o Leverkusen

O Bayern de Munique recebeu o Bayer Leverkusen neste sábado para manter a boa vantagem na liderança do Campeonato Alemão. Por outro lado, os visitantes precisavam da vitória para seguir no G4 da competição. No Allianz Arena, os anfitriões não tiveram dificuldades em vencer por 1 a 0 e disparar ainda mais na ponta.

Veja como está a classificação do Campeonato Alemão

O Leverkusen veio de duas derrotas seguidas e precisava do resultado positivo para não perder a vaga entre os quatro primeiros colocados. Logo aos 2 minutos do primeiro tempo, Boateng tentou afastar, a bola bateu em Xabi Alonso e sobrou para Bellarabi. Completamente sozinho, o jogador invadiu a área e tocou na saída de Neuer, mas Bernat, de carrinho, tirou em cima de linha e salvou o Bayern.

Os anfitriões responderam à primeira chegada dos adversários aos 11 da etapa inicial. Ribéry foi lançado por Lewandowski, chegou na linha de fundo e cruzou para a área, mas a bola acabou escapando. Assim, a zaga do Leverkusen conseguiu afastar o perigo com tranquilidade.

Na volta dos vestiários, os donos da casa retornaram com determinação. Aos 5 minutos do segundo tempo, Robben cobrou escanteio curto para Rafinha, que cruzou para a área. Xabi Alonso subiu mais do que a defesa e testou de cabeça para Ribéry. O francês finalizou de primeira e inaugurou o marcador na Allianz Arena. Foi o 100º gol do atleta em jogos oficiais pelo Bayern.

Após abrir o placar, os bávaros seguiram pressionando o Leverkusen. Aos 11, Muller foi lançado pelo lado direito do campo de ataque e cruzou, Lewandowski desviou de lado e a bola bateu na trave. Um minuto depois, Ribéry tocou para Robben dentro da área; o holandês soltou a bomba, mas Leno defendeu com o braço.

Com a partida chegando ao final, as duas equipes tiveram uma queda de produção notável. Mesmo assim, o Bayern tinha a maior posse de bola e os adversários continuaram se defendendo até os 47 minutos do segundo tempo, quando o árbitro apitou o final do jogo.

    Leia tudo sobre: bayern de munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.