O goleiro ficou na sala de musculação fazendo um trabalho específico, mas não é preocupação para a última rodada

O goleiro Jefferson foi a ausência no time do Botafogo  no treino comandado pelo técnico Vagner Mancini na manhã desta sexta-feira. O jogador ficou na sala de musculação fazendo um trabalho diferenciado, mas não é preocupação para a despedida no Campeonato Brasileiro, marcada para este domingo, às 17h (de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF), diante do Atlético-MG. O Glorioso tenta se despedir de maneira digna da competição após ser rebaixado para a Segunda Divisão após a derrota de 2 a 0 para o Santos, na semana passada.

Volta, mata-mata? Brasileirão terá última rodada mais morna dos pontos corridos

No treino desta sexta-feira, em que Helton Leite trabalhou como goleiro titular, Mancini promoveu algumas alterações em relação à formação que foi superada pelo Santos. O volante Marcelo Mattos, que cumpriu suspensão diante do Peixe, reapareceu na vaga de Andreazzi, que trabalhou entre os reservas. O atacante Murilo vai ganhar uma nova oportunidade entre os titulares, ocupando a vaga de Ronny, que não agradou e acabou sendo barrado. O jogador errou muitos passes na partida diante dos santistas, o que teria irritado o treinador.

Na lateral esquerda, sem maiores opções, Vagner Mancini optou pela improvisação do volante Fabiano. Isso porque Junior Cesar, o titular da posição, vai cumprir suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo diante do Santos. Ainda se recuperando de dores na perna direita, o atacante Jobson não deverá ser relacionado para o confronto.

Diretoria do Botafogo decreta luto por morte do jornalista Roberto Porto

Apesar de estar rebaixado, o Botafogo demonstrou que seus jogadores parecem dispostos a derrotar o Atlético. Isso porque o empenho no treino desta sexta-feira foi grande e a atividade durou quarenta minutos. Mancini, inclusive, interrompeu o treino em algumas ocasiões para corrigir erros de posicionamento e, principalmente, cobrar uma rápida recomposição do setor defensivo.

"Nós estamos encarando a partida deste domingo com seriedade, pois sabemos que temos que nos despedir da competição de maneira um pouco digna. Infelizmente não conseguimos evitar o rebaixamento e o ano esteve longe daquele que a gente idealizou ao fim de 2013. Porém, queremos amenizar um pouco na saída, ganhando do Atlético Mineiro" disse o volante Gabriel.

Se nada de anormal acontecer até a hora da partida contra o Atlético, o Botafogo deverá ir a campo neste domingo com a seguinte escalação: Jefferson, Régis, Dankler, André Bahia e Fabiano; Marcelo Mattos, Airton e Gabriel; Murilo, Yuri Mamute e Bruno Corrêa. Neste sábado os jogadores voltam a treinar na parte da tarde, no Engenhão, e depois a delegação embarca para a capital brasileira.

Demissão

O assessor executivo do departamento de futebol do Botafogo, Bernardo Arantes, pediu demissão e foi prontamente atendido pelo presidente Carlos Eduardo Pereira. Bernardo é visto como uma dos principais responsáveis pelo planejamento de 2014 e pela escolha de Eduardo Húngaro para técnico no início do ano. Os planos fracassaram e o Glorioso fez feio em todas as competições que disputou, culminando com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Bernardo apenas antecipou a sua demissão, que aconteceria na próxima semana. Aos poucos a nova diretoria vai conseguindo afastar do clube os nomes ligados ao ex-presidente Maurício Assumpção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.