Problema do beque do Grêmio é no ombro, e a volta aos gramados só ocorrerá dentro de 90 dias, pela previsão inicial

O meia Giuliano não será o único jogador do Grêmio a passar por cirurgia nesta semana. O médico do clube gaúcho, Márcio Bolzoni, confirmou que o zagueiro Pedro Geromel também será obrigado a sofrer um procedimento, marcado para esta quarta-feira. O problema do beque é no ombro, e a volta aos gramados só ocorrerá dentro de 90 dias, pela previsão inicial.

O problema de Geromel é antigo, e o Grêmio apenas aguardava o fim da temporada para realizar a cirurgia. Como ele foi expulso diante do Bahia e assim não poderá enfrentar o Flamengo, a operação foi antecipada. Segundo Bolzoni, o zagueiro tem uma "instabilidade no ombro". Geromel não deve participar da pré-temporada, devendo voltar aos treinos em meados de fevereiro, para voltar aos jogos somente em março do ano que vem.

Quem vive momentos muito mais dramáticos que Giuliano e Geromel é o zagueiro Gabriel. Trazido por empréstimo do Lajeadense em abril de 2013, o beque rompeu os ligamentos do joelho antes de um jogo contra o Vitória, em setembro do ano passado. Desde então, passou por cinco cirurgias, devido a complicações nos procedimentos. Seu vínculo com o Grêmio deve ser renovado para 2015, mas não há previsão de quando ele retornará aos gramados.

Sem Geromel e Gabriel, o Grêmio deve ir em busca de ao menos um zagueiro para o começo da temporada que vem. Atualmente o elenco com Rhodolfo, Bressan e Werley, mas este último pode ser negociado. O grupo de defensores poderá ser completo por jogadores da base ou alguma contratação pontual. Nem mesmo a permanência de Geromel é garantida, pois caso haja propostas pelo jogador (cujo vínculo pertence ao alemão Colônia), o Tricolor poderá ser obrigado a liberá-lo, devido aos altos valores de seu passe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.