Tamanho do texto

Clube decidiu não pegar a cota de bilhetes que tinha direito por temer briga entre as torcidas. Jogo será domingo

Com o time praticamente já de férias, o Atlético-PR não está muito preocupado com o jogo contra o Palmeiras, domingo, no Allianz Parque. Embora a partida custe a sobrevivência do clube paulista na elite do futebol brasileiro, o Furacão dá de ombros e sequer exercerá a carga de ingressos que tem direito.

Allianz Parque será palco de Palmeiras x Atlético-PR
Fernando Dantas/Gazeta Press
Allianz Parque será palco de Palmeiras x Atlético-PR

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Na manhã desta quarta-feira, o Atlético-PR soltou uma nota para confirmar que abriu mão da sua carga de ingressos por temer a violência e confronto entre as torcidas. Sendo assim, o estádio será inteiro ocupado por torcedores do Palmeiras.

Com ingressos a R$ 400, veja quanto o seu clube cobrou por eles neste Brasileiro

"Em razão de conhecimento de ameaças de confrontos entre torcidas organizadas e de solicitações das autoridades responsáveis, o Clube Atlético Paranaense informa que não exercerá o direito de compra de sua cota de ingressos para a partida de domingo, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. O clube solicita a compreensão dos torcedores atleticanos e ressalta que a atitude visa a segurança de todos, visto que o jogo não tem mais validade técnica para o CAP, mas é de extrema importância para o Palmeiras. O CAP reitera o pedido de paz aos torcedores, dentro e fora do estádio", diz a nota.

Na última terça-feira, o Ministério Público-SP confirmou o Allianz Parque como palco da partida. Havia um pedido da procuradoria para que o local fosse alterado, uma vez que também aconteceria simultaneamente o jogo do Corinthians. A CBF adiantou o jogo do rival e, já sem impecilhos, o poder público se viu obrigado a ceder a pressão do Palmeiras.

"O torcedor é passional, é preciso prever o pior. Esta é uma situação muito peculiar, pois há desgaste entre torcedor e diretoria. Estamos preocupados com a segurança do torcedor e do jogador", afirmou o promotor Paulo Castilho.

Se perder para o Atlético-PR, o Palmeiras poderá ser rebaixado para a Série B pela terceira vez em sua história. Isso acontecerá se Vitória ou Bahia derrotarem Santos ou Coritiba, respectivamente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.