Goleiro da seleção da Costa Rica defende o Real Madrid, mas entrou com pedido de cidadania quando jogava pelo Levante

Keylor Navas, goleiro do Real Madrid
Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images
Keylor Navas, goleiro do Real Madrid

Contratado pelo Real Madrid após se destacar na campanha histórica da Costa Rica no Mundial do Brasil, quando a seleção do Caribe chegou pela primeira vez em sua história às quartas de final de uma Copa, o goleiro Keylor Navas firmou, nesta quarta-feira, acordo para receber o documento que atesta a cidadania espanhola.

Em 2013, quando ainda defendia o Levante, o costarriquenho entrou com uma representação para tentar a cidadania espanhola. O ofício que valida o documento só saiu nesta quarta, quando o goleiro foi a Valência para assinar o termo que o coloca como cidadão espanhol de acordo com as regras do registro civil e da Constituição do país.

Borussia Dortmund não dá opção de compra de Reus ao Real Madrid, diz CEO

Por meio dos canais oficiais do clube merengue, Navas manifestou sua satisfação. "Hoje é um dia importantíssimo na minha vida, em termos pessoais e profissionais. Desde que cheguei ao futebol espanhol, sonho com esse dia e alcançar esse objetivo como jogador do Real Madrid é algo que me enche de orgulho", assumiu o camisa 13.

Pilar de sua seleção, Navas não deve constar entre as opções de Del Bosque no processo de renovação da seleção espanhola, mesmo diante da indefinição sobre o nível de atuação de Casillas, que vinha sendo contestado por parte da imprensa. Os arqueiros De Gea, do Manchester United, e Casilla, do Real Madrid B, estão na corrida para serem os futuros substitutos do camisa 1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.