Tamanho do texto

Muricy diz que vai se preocupar com o estadual e até utilizá-lo como suporte para uma boa campanha na Copa Libertadores

Embora o presidente Carlos Miguel Aidar reclame bastante do desgaste provocado pelo Campeonato Paulista, o técnico Muricy Ramalho não pretende deixar a competição de lado em 2015. O comandante do São Paulo avisou que vai se preocupar com o Estadual e até utilizá-lo como suporte para uma boa campanha na Copa Libertadores da América.

Muricy pede contratação de atacante veloz para São Paulo disputar a Libertadores

"Vamos nos preparar bem para a Libertadores, sem deixar o Paulista totalmente esquecido. Devemos jogar com um time misto às vezes, mas também com o principal. Porque os caras precisam estar em campo. A gente vai levar a sério", bradou Muricy.

Roma se prepara para fazer oferta ao São Paulo por "herdeiro de Roberto Carlos"

No encontro em que a FPF (Federação Paulista de Futebol) sorteou os grupos para a edição de 2015 do seu campeonato, no entanto, Aidar foi bastante crítico em relação ao Estadual. O presidente do São Paulo se mostrou contrário à imposição de limitar o número de jogadores inscritos no torneio a 28 - o que faria os grandes clubes optarem por seus atletas mais renomados, ao invés de apostar majoritariamente em pratas da casa.

Mesmo que também gaste saliva para protestar contra o calendário do futebol nacional, tal qual Carlos Miguel Aidar, Muricy Ramalho não abriria mão do time principal com ou sem a limitação criada pela FPF. Até porque sabe o risco que corre. "Quando o São Paulo entra em campo, ninguém quer saber se é reserva", lamentou o técnico, sem esconder que a prioridade não é o Campeonato Paulista. "Com certeza, vamos nos preparar bastante para a Libertadores."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.