"Vamos ver se é só o final da segunda etapa, se vai ter uma terceira...", disse o meia, que em 2015 vai jogar nos EUA

Kaká fez sua despedida do Morumbi na partida entre São Paulo e Figueirense
Alexandre Schneider/Getty Images
Kaká fez sua despedida do Morumbi na partida entre São Paulo e Figueirense

O empate por 1 a 1 com o Figueirense , neste domingo, pode não ter sido o último jogo de Kaká pelo São Paulo no Morumbi. Homenageado pelo clube com uma queima de fogos ao final da partida, o meia preferiu não classificar a despedida como um adeus, mas sim um "até breve".

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"Vamos ver o que Deus tem preparado para mim no futuro. Se é só o final da segunda etapa, se vai ter uma terceira... No ano que vem, começo uma nova etapa, uma nova aventura na carreira", disse o jogador, que teoricamente ainda enfrenta o Sport, daqui uma semana, no Recife, antes de se apresentar ao Orlando City.

Leia mais: Reserva de Ceni se consola: "Mais sete meses para me preparar"

Praticamente encerrada sua segunda passagem pelo clube que o revelou, o balanço é avaliado por ele como bastante positivo, apesar de não ter sido campeão.

"Um título seria a cereja do bolo, mas não isso não cancela nada daquilo que foi feito. Foi feito um ótimo trabalho. Para mim, fica esse orgulho de ter honrado a camisa do São Paulo, de ter lutado pelo São Paulo, de ter ajudado a construir um grupo muito forte e dizer que fiz muitos amigos nesses seis meses", opinou.

Substituído pouco antes do gol de empate, Kaká foi abraçado pelo goleiro Rogério Ceni e muito aplaudido pela torcida. Depois do apito final, em meio a uma inesperada queima de fogos, ele caminhou ao escudo do clube no estádio e acenou para a arquibancada para dar seu "até breve".

"Agora vou cumprir uma nova etapa na minha vida. Queria agradecer muito ao São Paulo, à torcida, pela forma que fui recebido. Vivi seis meses maravilhosos", despediu-se.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.