Tamanho do texto

Para seguir na Série A, baianos precisam derrotar o Coritiba fora de casa, na última rodada, e torcer para que o Vitória não vença o Santos e o Palmeiras perca em casa para o Atlético-PR

Lance da partida entre Bahia e Grêmio, na Fonte Nova
ROMILDO DE JESUS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Lance da partida entre Bahia e Grêmio, na Fonte Nova

O Bahia respira por aparelhos, mas respira. Neste domingo, em uma Fonte Nova com menos de 6 mil torcedores, o time de Salvador bateu o Grêmio por 1 a 0 e segue com chances, ainda que pequenas, de permanecer na primeira divisão do futebol brasileiro. O gol da vitória foi marcado por Rafael Galhardo, de falta, aos 31 do primeiro tempo.

Com a vitória, o Bahia vai a 37 pontos, ainda em 18º lugar. Precisa derrotar o Coritiba fora de casa na última rodada e torcer para que o Vitória não vença o Santos e o Palmeiras perca em casa para o Atlético-PR. Já o Grêmio, com a derrota, cai para 7º, ainda com 60 pontos, e perdeu as pequenas chances que ainda tinha de chegar à próxima Libertadores.

Precisando vencer para manter chances mínimas de seguir na Série A, o Bahia sufocou o Grêmio durante todo o primeiro tempo. Fez seu gol logo após a expulsão de Geromel, o que complicou demais a vida do time gaúcho. Mesmo com inferioridade numérica, porém, a equipe do Sul veio para cima no segundo tempo, pressionando em busca do empate.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O jogo

Os resultados paralelos acabaram em sua maioria ajudando Bahia e Grêmio, que entraram em campo ainda vivos por seus objetivos no Brasileirão. Desesperado e cheio de vontade, o time da casa partiu para cima nos minutos iniciais. Aos cinco minutos, William Barbio invadiu a área a dribles e chutou, mas a bola bateu na zaga e foi a escanteio. Na cobrança, a bola pererecou na pequena área gremista, mas os baianos não conseguiram concluir e Geromel salvou.

Em apenas dois minutos, dos 19 aos 21, o Bahia teve quatro oportunidades claras de marcar. Primeiro, William Barbio teve duas num lance só, chutando para duas ótimas defesas de Marcelo Grohe. O goleiro gremista fez milagre a seguir em chute de Rômulo, pouco antes de Henrique entrar e chutar desviado para fora. Aos 24, mais uma: Henrique entrou sozinho mais uma vez e acertou o alvo, mas Grohe fez nova defesaça, impedindo o gol.

A primeira chegada gremista só ocorreu aos 27, em um belo chute de longe de Ramiro, que quase acertou o ângulo. No minuto seguinte, porém, Geromel matou um contra-ataque do Bahia quando Henrique invadia a área e levou cartão vermelho direto. Na cobrança da falta, aos 31, Rafael Galhardo bateu com perfeição e abriu o placar para os donos da casa.

Com a vantagem, o Bahia naturalmente diminuiu o ritmo. Chegou ao ataque apenas mais uma vez, em chute de Barbio defendido sem problemas por Marcelo Grohe. Já o Grêmio, com um a menos, só teve um chute de Fellipe Bastos por cima, sem perigo. Para o segundo tempo, o time de Felipão voltou aberto, mesmo com um a menos, com Éverton no lugar de Fellipe Bastos.

A primeira chance foi aos cinco minutos: Barcos ganhou de Rafael Miranda na velocidade, invadiu a área, mas Marcelo Lomba saiu a tempo e evitou o gol. Aos 11, Barcos girou em cima de Lucas Fonseca e bateu para boa defesa do goleiro baiano. No minuto seguinte, Éverton chapelou a marcação e bateu colocado, com categoria, levando perigo.

Com o crescimento do Grêmio, o Bahia ficou acuado, deixando a torcida apreensiva na Fonte Nova. Aos 18, Lomba fez grande defesa em chute de Werley dentro da área. A seguir, Barcos fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Zé Roberto bater de primeira raspando a trave. O Bahia só levou perigo aos 32, em cruzamento que Henrique não alcançou por pouco.

Os minutos finais foram de pressão total do Grêmio. Éverton e Werley tiveram duas boas chances, mas suas conclusões foram brecadas. Aos 41, Lomba espalmou bom chute de Éverton para escanteio. Nos acréscimos, o goleiro baiano fez milagre em tentativa de Barcos na área. Na cobrança do escanteio, a zaga cortou para trás e o goleiro pegou de novo, no susto.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 0 GRÊMIO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 30 de novembro de 2014, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas Silva (Asp. Fifa-PA)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Márcio Correia Dias (Asp. Fifa-PA)
Renda: R$ 128.430,00
Público: 5.662 (5.316 pagantes)
Cartões amarelos: Fahel e Pará (Bahia); Zé Roberto e Bressan (Grêmio)
Cartões vermelhos: Geromel (Grêmio)

GOLS:
BAHIA: Rafael Galhardo, aos 31 minutos do primeiro tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Roniery (Rafael Miranda), Lucas Fonseca, Titi e Pará; Fahel, Bruno Paulista, Rafael Galhardo (Feijão) e Rômulo; William Barbio (Jeam) e Henrique
Técnico: Charles Fabian

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Geromel, Bressan e Zé Roberto; Walace, Fellipe Bastos (Éverton), Ramiro, Luan (Werley) e Dudu (Erik); Barcos
Técnico: Luiz Felipe Scolari

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.