Tamanho do texto

Boletim médico informa que o Rei está lúcido e se comunica normalmente, mas continua realizando hemodiálise

Pelé segue na UTI do hospital Albert Einstein, em São Paulo, mas voltou a apresentar melhora. De acordo com o boletim médico emitido na manhã deste sábado, ele está lúcido e se comunica normalmente, mas segue realizando hemodiálise.

Leia mais: Pelé retirou um dos rins quando ainda era jogador de futebol

"Apresenta boa evolução e segue sob cuidados na unidade de terapia intensiva em tratamento temporário de suporte renal (hemodiafiltração veno-venosa contínua)", diz o boletim. "Está lúcido, conversando e estável do ponto de vista hemodinâmico e respiratório. Não houve alteração da antibioticoterapia. Todas as culturas colhidas (sangue e urina) estão negativas."

Veja fotos de Pelé durante a carreira de jogador e depois da aposentadoria:

Duas internações

Pelé foi internado inicialmente no dia 12 de novembro, com dores abdominais. Na ocasião, passou por um procedimento cirúrgico para a retirada de cálculos renais e recebeu alta no dia 15. Ele voltou ao hospital na última segunda-feira com uma infecção urinária.

Na quinta-feira, Pelé publicou uma mensagem nas contas oficiais no Twitter e no Facebook. O ex-jogador esclareceu estar se recuperando bem e disse, na verdade, não ter sido transferido para a UTI - contrariando a informação que consta no boletim médico do hospital.

De acordo com especialistas, a infecção ocorre por causa de germes, em geral bactérias, que entram pela uretra e chegam até a bexiga. Entre os sintomas está a cólica no baixo abdome (em geral, no centro) ou nas costas, dores estas apresentadas pelo ídolo do Santos e seleção brasileira.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.