Tamanho do texto

Após vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, que garantiu o acesso do Avaí à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, treinador foi ovacionado pela torcida catarinense

O técnico Geninho saiu do gramado da Ressacada neste sábado visivelmente emocionado. Após a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, que garantiu o acesso do Avaí à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, ele foi ovacionado pela torcida, que gritou seu nome e pediu sua permanência na equipe catarinense em 2015.

Quase duas horas depois, na entrevista coletiva, o treinador não poupou elogios ao clube e colocou a conquista do acesso à Série A no mesmo patamar de um título. "A emoção é mesma de um título. Ainda mais após uma partida difícil, contra o maior time da Série B, em que você precisa vencer e ainda depende de resultados paralelos", ressalta Geninho.

O Avaí entrou em campo neste sábado precisando vencer o Vasco e torcer por tropeços do Boa Esporte e do Atlético-GO. Os rivais acabaram perdendo seus jogos e a equipe catarinense conseguiu os três pontos de que precisava, com um gol de pênalti do meia Marquinhos. Na coletiva, o treinador avaiano não deixou de elogiar o capitão e herói do acesso. "O Marquinhos foi muito importante. Ele ainda teve uma participação decisiva em alguns jogos das últimas rodadas", avalia o técnico.

Geninho ainda lembrou da guinada da equipe na temporada. Segundo ele, quando foi contratado, no mês de junho, a preocupação da diretoria era em evitar um possível rebaixamento para a Série C. "Quando eu cheguei, havia preocupações de o Avaí evitar o descenso, porque o time vivia problemas administrativos também", lembra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.