Tamanho do texto

Vitória no Mato Grosso colocou o Luverdense na 12ª posição com 50 pontos, sete a menos do que o Ceará, oitavo colocado

Sob o forte calor de Lucas do Rio Verde, o Luverdense venceu o Ceará por 1 a 0, frustrando as chances de acesso do time cearense - além da vitória, a equipe de PC Gusmão também precisava torcer contra seus adversários diretos Avaí e América-MG, que venceram seus jogos. Mesmo sem objetivos na tabela, os donos da casa foram superiores na maior parte do confronto, graças ao desgaste físico do Vovô, causado pelas altas temperaturas no Passo das Emas, e ao abatimento natural projetado pelos outros placares.

Com os resultados da última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro , o Avaí conquistou a quarta vaga e garantiu o acesso à elite, se juntando aos já classificados Joinville, Ponte Preta e Vasco. A vitória no Mato Grosso colocou o Luverdense na 12ª posição com 50 pontos, sete a menos do que o Ceará, que encerrou sua participação nesta Série B como oitavo colocado.

O jogo

Com o apoio da torcida local, que fez festa com fogos de artifício nos primeiros minutos do duelo, o Luverdense começou melhor.

Aos 17 minutos, o time comandado por Maico Gaúcho chegou com perigo. Paulinho cruzou pela esquerda e Mateus Lima cabeceou sem jeito, obrigando o goleiro Luis Carlos a espalmar para escanteio.

Na marca dos 25, as altas temperaturas na cidade - que giravam em torno dos 35 graus - derrubaram o Vovô, que pediu uma parada técnica para a recuperação dos atletas.

Dez minutos depois, o Ceará teve a sua primeira chance ofensiva no jogo. Magno Alves recebeu pela direita e levantou para a área, mas Thomazella defendeu o cruzamento venenoso com categoria.

Já nos acréscimos da etapa inicial, o Luverdense cobrou falta na intermediária com Clécio, que arriscou direto para a meta e a bola passou perigosa, raspando o travessão.

Refletindo o que se viu no primeiro tempo, o Verdão do Oeste voltou melhor na segunda parte. Do outro lado, o Ceará já havia sido informado dos outros resultados da rodada e, rendido, não parecia acreditar mais no acesso. Logo aos quatro minutos, Paulinho cobrou falta e obrigou Luis Carlos a fazer uma bela defesa à meia altura.

Aos 21, quebrando um pouco o desânimo de sua equipe, Assisinho recebeu pela esquerda e iniciou uma bela jogada, cruzando para Felipe Amorim, que quase abriu o placar para o Ceará. No entanto, a torcida do Vozão voltou a se assustar no lance seguinte, quando o Luverdense desceu perigosamente. Mateus Lima girou sobre a marcação e arriscou para o gol, mas a bola passou por cima do travessão. Na sequência, Gilson sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, Samuel colocou no ângulo e obrigou Luis Carlos a fazer outro milagre para salvar o Ceará.

Entretanto, o goleiro não conseguiu ser muralha até o apito final. Na marca dos 44 minutos do segundo tempo, o atacante Mateus Lima abriu - e fechou - o placar para o Luverdense. O jogador apareceu livre dentro da área depois de um chutão de Ricardo, e empurrou para o fundo das redes com frieza e tranquilidade, selando a vitória do Verdão do Oeste por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
LUVERDENSE 1 X 0 CEARÁ

Local: Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT)
Data: 29 de novembro de 2014, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: José Reinaldo do Nascimento Júnior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Cartões amarelos: Montoya (Luverdense); João Marcos, Michel (Ceará)

GOL:
LUVERDENSE: Mateus Lima, aos 44 minutos do segundo tempo

LUVERDENSE: Thomazella; Jean Patrick, Zé Roberto, Montoya e Paulinho; Júlio Terceiro, Clécio (Ricardo), Gilson e Samuel; Felipe Alves (Café) e Mateus Lima
Técnico: Maico Gaúcho

CEARÁ: Luis Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Diego Ivo e Vicente (Marcos); Michel, João Marcos (Lulinha), Ricardinho e Eduardo (Felipe Amorim); Assisinho e Magno Alves
Técnico: PC Gusmão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.