Boa terminou a Série B do Campeonato Brasileiro na sexta colocação, vendo o Avaí lhe tomar o quarto posto e a última vaga disponível na elite

O Boa Esporte entrou em campo contra o rebaixado Icasa dependendo de si para conseguir seu acesso à Série A. A equipe mineira saiu na frente e viu a primeira divisão perto, mas levou rapidamente a virada, perdeu por 3 a 2 em Juazeiro do Norte e desperdiçou uma grande oportunidade.

Estacionado nos 59 pontos, o Boa terminou a Série B do Campeonato Brasileiro na sexta colocação, vendo o Avaí lhe tomar o quarto posto e a última vaga disponível na elite. Já a formação cearense – excluída da competição por ter ido à Justiça comum, decisão que ainda precisa ser confirmada pelo STJD –, em campo, obteve pontuação suficiente para o 18º lugar.

Na dura jornada para os comandados de Nedo Xavier, eles abriram o placar aos 13 minutos do segundo tempo, em ótima jogada pela esquerda concluída por Tomas. Logo no minuto seguinte, no entanto, Lucas Gomes fez jogada individual, carregou a bola da direita para o meio e bateu cruzado para empatar.

A virada aconteceu aos 18, em chute de pé esquerdo de fora da área de Júnior, e a situação se complicou ainda mais para o Boa quando Guidio balançou a rede, aos 28. Pelos outros resultados, só a reversão do placar, com três gols nos instantes derradeiros, seriam suficientes para o acesso.

A formação de Varginha chegou a superar o goleiro Busatto, em cobrança de pênalti executada por Tomas, aos 41 minutos. Era tarde demais para o time mineiro, que disputará a segunda divisão do Campeonato Brasileiro mais uma vez na próxima temporada.

FICHA TÉCNICA:
ICASA 3 X 2 BOA ESPORTE

Local: Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte (CE)
Data: 29 de novembro de 2014, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Cartões amarelos: Júnior (Icasa); Wellington e Morato (Boa Esporte)
Gols:
Icasa: Lucas Gomes, aos 14, Júnior, aos 18, e Guidio, aos 18 minutos do segundo tempo
Boa Esporte: Tomas, aos 13 minutos do primeiro tempo e aos 41 minutos do segundo tempo

ICASA: Busatto; Pedro Lucas, Rodrigo Vitor (Guidio) e Charles; Ivonaldo, Mauri, Luiz Fernando (Felipe Lima), Lucas Gomes (Roger) e Fábio Lima; Núbio Flávio e Júnior
Técnico: Vladimir de Jesus

BOA ESPORTE: João Carlos; Tinga (Romão), Thiago Carvalho, Lula e Marinho Donizete; Vinícius Hess, Wellington, William Magrão, Tomas e Clébson (Morato); Fernando Karanga
Técnico: Nedo Xavier

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.