Tamanho do texto

Atacante faltou ao treino de quarta-feira e disse que estava em reunião com o advogado para falar sobre o julgamento ao qual será submetido no STJD. Gegê e Yuri Mamute se estranham

Jobson voltou a treinar no Botafogo nesta quinta-feira, um dia depois faltar à atividade, alegando que estava com seu advogado preparando a defesa para o julgamento no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). O jogador deve apenas ficar no banco de reservas diante do Santos, às 17h de domingo, na Vila Belmiro.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

Jobson e Gabriel no treino do Botafogo nesta quinta-feira
Divulgação
Jobson e Gabriel no treino do Botafogo nesta quinta-feira

O técnico Vagner Mancini optou por fazer algumas mudanças em relação à equipe que perdeu de 2 a 0 para a Chapecoense, e Jobson dará lugar ao meio-campista Ronny. Suspenso, Marcelo Mattos não joga.

Leia mais: Ao lado do advogado, Jobson reaparece e justifica sumiço no Botafogo

Dessa forma, o Botafogo irá a campo com: Jefferson; Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Aírton, Gabriel, Bolatti e Ronny; Yuri Mamute e Bruno Corrêa.

Outra cena, porém, chamou a atenção no treino desta quinta-feira, no Engenhão. Durante a atividade comandada pelo técnico Vagner Mancini, o atacante Yuri Mamute deu uma entrada dura no meia Gegê, que não gostou e iniciou uma confusão. Exaltado, o meio-campista chegou a tentar dar um soco no companheiro de equipe, mas foi separado por outros jogadores.

Além da confusão envolvendo os dois jogadores, o lateral-direito Regis e o atacante Jobson protagonizaram entradas duras durante a atividade.

Jefferson fala em ficar

O goleiro Jefferson teve uma conversa com o novo presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira, e manifestou o desejo de seguir no Botafogo independentemente do rebaixamento à Série B. O contrato do jogador se encerra no fim de 2015.

* Com Gazeta.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.