Com o recém-inaugurado Allianz Parque, Palmeiras promete concorrência forte ao São Paulo para atrair grandes eventos

Paul McCartney: dois shows no Allianz Parque
Marcos Hermes/Divulgação
Paul McCartney: dois shows no Allianz Parque

As apresentações de Paul McCartney no Allianz Parque nesta semana têm tudo para levar a rivalidade entre Palmeiras e São Paulo para fora dos gramados. Elas podem marcar o início de uma nova disputa entre os clubes paulistas para receber grandes shows em seus estádios. 

Nos últimos quatro anos, durante o tempo em que a casa palmeirense passou pelas obras de modernização, o Morumbi acabou sendo o palco preferido para essas apresentações de artistas renomados na música. A situação pode mudar com o Allianz Parque recém-inaugurado, prometendo forte concorrência nesse sentido. Os são-paulinos, porém, duvidam disso.

"Nós não concorremos, nós somos melhores", disse Marco Aurélio Cunha, que retirou sua candidatura para apoiar Kalil Rocha Abdalla, derrotado por Carlos Miguel Aidar na última eleição do São Paulo, em entrevista ao iG em 2013.

"E aí não é soberba, eu vou te explicar o por quê. Primeiro, a Fifa determina que os estádios da Copa tenham o campo muito próximo ao torcedor, o que é bom para o futebol, mas péssimo negocialmente falando. Porque toda vez que tem que criar um show, você não tem área de escape, sua capacidade é menor. Você não abriga, de jeito nenhum, 70, 100 mil pessoas nesses estádios arenas. Num show desses você põe 30 mil pessoas, o que é bom. Porém, no Morumbi são 70, 100 mil pessoas num show".

Apesar da diferença na capacidade, a tendência é mesmo que o Allianz Parque equilibre um pouco mais com o Morumbi nesta disputa por espetáculos que vão além do futebol. As apresentações de Paul McCartney marcam em grande estilo a reinauguração de um local que se acostumou a receber shows importantes no passado. Algo que deve se tornar ainda mais frequente a partir de agora. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.