Frances diz que Bola de Ouro não vale nada para ele e critica a forma que os cartolas escolhem o vencedor

O francês Franck Ribéry, que no começo de 2014 ficou em terceiro na disputa do prêmio Bola de Ouro - entregue pela Fifa ao melhor jogador do ano -, não acredita que seus companheiros no Bayern de Munique Manuel Neuer e Arjen Robben tenham chances de ficar com o primeiro lugar.

O francês Ribéry ignora prêmio da Fifa
AP Photo/Kerstin Joensson
O francês Ribéry ignora prêmio da Fifa

"Aprendi muito durante a festa de gala da Bola de Ouro no ano passado. Assim que cheguei, disse à minha esposa que eu perderia. Eu vi como Blatter estava abraçando Ronaldo e como toda a família dele estava lá. Não sou estúpido. Ficou claro que ele tinha que ganhar. Ele não teria trazido toda a família com ele se fosse de outra forma", disse Ribéry em entrevista ao jornal alemão Bild .O jogador teme que a escolha do melhor jogador deste ano seja motivada "novamente por questões políticas".

"Manuel Neuer ou Arjen Robben devem ganhar. Não dá para discordar disso. Manu ganhou tudo, ele é um grande cara e não é arrogante. Arjen jogou uma temporada incrível na Bundesliga e, em seguida, uma Copa do Mundo fantástica. Mas a Bola de Ouro não é mais para o melhor jogador. Fabio Cannavaro ganhou em 2006 porque ele ganhou a Copa do Mundo, isso é tudo. Não sou ciumento, porque este prêmio não significa mais nada para mim. Estou feliz com o que tenho em Munique", desabafou.

Além de Neuer e Robben, também concorrem à Bola de Ouro nomes como Cristiano Ronaldo (atual ganhador), Lionel Messi (que já venceu quatro vezes), Neymar e Ibrahimovic. A lista dos três finalistas será divulgada pela Fifa no próximo dia 1º, e a cerimônia de entrega da premiação acontecerá no dia 12 de janeiro, em Zurique, na Suíça.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.