Técnico do Grêmio reclamou de "erros crassos" contra sua equipe nos últimos jogos e sugeriu um complô para que os times paulistas se classifiquem para a Libertadores de 2015

Felipão, técnico do Grêmio
Getty Images
Felipão, técnico do Grêmio

A derrota para o Corinthians na noite deste domingo deixou os gremistas revoltados com a arbitragem. Além do atacante Barcos, o técnico Luiz Felipe Scolari detonou a arbitragem comandada por Ricardo Marques Ribeiro e fez acusações à organização do futebol brasileiro. 

Leia mais: Corinthians vence o Grêmio com gol de Guerrero e fica perto da vaga

Após o apito final, o treinador do Grêmio discutiu com o delegado da partida, Wilson Luis Seneme. Na entrevista coletiva, Felipão admitiu ter sugerido um complô no Brasileirão. "Já estão escolhidos os times que vão para a Libertadores", disse o técnico a Seneme, "Ele me chamou de prepotente. Disse que não tem essa autoridade. Eu sei que não tem. Mas faz parte", completou Felipão.

Confira a classificação, jogos, notícias e artilharia do Brasileirão

O técnico ainda reclamou de um pênalti sofrido por Geromel, na partida de quinta-feira contra o Cruzeiro e voltou a pedir a marcação de uma penalidade em lance com o corintiano Fábio Santos

"Nos últimos dois compromissos, tivemos dois erros impressionantes. O pênalti que o Geromel sofreu (contra o Cruzeiro) foi vergonhoso. Hoje, todos viram. O lance que originou o gol do Corinthians era nosso. A penalidade é o bandeira quem dá e depois que o Fábio Santos falou, acreditou-se nele. Se for assim, ótimo, mas tem que trabalhar-se assim para todos os lados", detonou o treinador.

Felipão também insinuou que é mais interessante que dois clubes de São Paulo se classifiquem para a Libertadores do que dois gaúchos e dois mineiros. "Erros crassos. E também acho que não é interessante para o futebol brasileiro e para quem dirige o futebol brasileiro dois clubes do Sul e dois de Minas Gerais. É interessante ter dois de São Paulo e um do Sul", acusou.

Vale lembrar que o São Paulo tem 69 pontos e está matematicamente classificado para a Libertadores de 2015. Já o Corinthians, que subiu para 66 pontos, precisa de uma vitória para conseguir a vaga. O Grêmio de Felipão, por sua vez, se complicou. Segue com 60 pontos após derrotas para Cruzeiro e Corinthians e precisará de uma combinação de resultados para se classificar para o torneio continental em 2015. 



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.