Goleiro Fernando Prass fala em desorganização do time após gol de Zé Love e faz alerta para novo rebaixamento

Fernando Prass evitou que o Palmeiras fosse goleado neste domingo, e saiu do Couto Pereira cobrando que o resto do time faça a sua parte. Após a quarta derrota seguida, todas por 2 a 0, o goleiro reclamou da falta de poder de reação da equipe depois de perder do Coritiba.

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Goleiro Fernando Prass durante o jogo contra o Coritiba
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Goleiro Fernando Prass durante o jogo contra o Coritiba

“Tomamos o gol e, depois, nos desorganizamos. Tomamos o segundo e ficamos muito expostos. Estamos sem poder de reação”, constatou o veterano, que pouco viu seus colegas do setor ofensivo trabalharem, mais uma vez, nesta noite.

Palmeiras perde do Coritiba e fica à beira da zona de rebaixamento

O Verdão já tinha saído de campo sem marcar gols ao perder de Atlético-MG, São Paulo e Sport, quando não tinha Valdivia. Neste domingo, o chileno participou só do primeiro tempo do jogo no Paraná, claramente sem condições de suportar as dores na coxa esquerda. Mais uma vez, o time não balançou as redes.

“Não fazemos gol há quatro jogos e aí fica difícil, porque o adversário não se sente agredido e vai ganhando confiança para fazer o gol, como aconteceu hoje”, analisou Fernando Prass, ciente de que seu time está a um ponto e uma posição da zona de rebaixamento, a duas rodadas do fim do Brasileiro.

Neste domingo, o Coxa abriu o placar aos nove minutos, com Zé Love, e ampliou com Joel, aos 25, aproveitando jogada em que Alex apareceu completamente livre nas costas da zaga. Não marcou mais porque Fernando Prass fez a sua parte, com boas defesas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.