Tamanho do texto

Na última rodada, Atlético-GO precisa vencer o Santa Cruz e torcer para o Boa não ganhar do rebaixado Icasa, no Ceará

O Atlético-GO sofreu, mas mostrou poder de reação para superar o Sampaio Corrêa e até inferioridade numérica em busca da volta à primeira divisão. Com um a menos desde os 15 minutos do segundo tempo, o time goiano venceu de virada por 2 a 1, no Maranhão, e disputará a última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro ainda com chances de subir.

A prova de superação ficou marcada no segundo gol do Dragão, marcado por Júnior Viçosa aos 20 minutos do segundo tempo, cinco minutos após Mateus Caramelo ser expulso e deixar os visitantes com um a menos. Os anfitriões tinham aberto o placar ainda no primeiro tempo, com Daniel, aos 35. Aos 11 da etapa final, contudo, Jorginho já tinha empatado.

Na última rodada, quando todos os jogos serão disputados às 16h20 (de Brasília) de sábado, o Atlético-GO, em quinto lugar, recebe o já eliminado Santa Cruz. Se vencer, só precisa torcer para o Boa não ganhar do rebaixado Icasa no Ceará. Caso empate, torcerá contra Boa, Avaí, América-MG e Ceará. O Sampaio Corrêa, sem chances de subir ou cair, fecha a temporada visitando o América-MG.

O jogo

Precisando da vitória para continuar sonhando com a volta à primeira divisão, o Atlético-GO se lançou muito à frente e permitiu ao Sampaio Corrêa contra-ataques decisivos. Os maranhenses não abriram o placar em casa aos nove e aos 10 porque Hiltinho e Siloé não souberam aproveitar as rebatidas do goleiro Márcio.

Os goianos, no entanto, continuaram pressionando os donos da casa e o ímpeto sem proteção foi demais para Márcio suportar. Aos 35 minutos do primeiro tempo, o lateral Daniel apareceu atrás da marcação e aproveitou passe de Válber para tocar de canhota na saída do goleiro, fazendo a festa da torcida maranhense.

O Atlético-GO não desistiu de sua estratégia ao voltar do intervalo e, enfim, foi premiado. Aos 11 minutos, o meia Jorginho foi inteligente ao entrar na área completamente livre para aproveitar bola alçado com precisão por Diogo Barbosa, cabeceando nas redes para empatar.

Aos 15 minutos, porém, o esforço para subir e matar logo os contra-ataques adversários custou caro. Mateus Caramelo recebeu dois cartões amarelos em seis minutos e acabou expulso, dificultando ainda mais a luta do Dragão por sobrevida do sonho de retornar à elite do futebol brasileiro.

Aos 20, no entanto, o time encontrou força física para realizar uma jogada trabalhada. Novamente com Diogo, que cruzou para Pedro Bambu ajeitar e Júnior Viçosa testar nas redes. Os minutos restantes serviram para o time goiano buscar fôlego e se aproveitar também do cansaço adversário, reforçando a marcação e mantendo a vitória e a esperança de acesso.

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 1 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: Castelão, em São Luis (MA)
Data: 22 de novembro de 2014, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP) e Rogerio Pablos Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Mimica, Wilian Simões e Hiltinho (Sampaio Corrêa); Artur e Jorginho (Atlético-GO)
Cartão vermelho: Mateus Caramelo (Atlético-GO)

Gols:
SAMPAIO CORRÊA: Daniel, aos 35 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-GO: Jorginho, aos 11, e Júnior Viçosa, aos 20 minutos do segundo tempo

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Ramos; Daniel, Mimica, Luís Otávio e Wilian Simões; Jonas, Uillian Correia (Marino), Eloir, Hiltinho (Willian Paulista) e Válber (Márcio Diogo); Siloé
Técnico: Vinícius Saldanha

ATLÉTICO-GO: Márcio; Mateus Caramelo, Artur, Adriano Alves e Diogo Goiano; Willian Arão, Pedro Bambu, Thiago Primão e Jorginho (André Luis); Kayke (Diogo Campos) e Júnior Viçosa (Marcus Winícius)
Técnico: Wagner Lopes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.