Tamanho do texto

Um dos atos teria sido o uso de um celular pelo jogador no banco de reservas na decisão da Supercopa da Catalunha

A presença de Piqué no banco de reservas do Barcelona nos últimos jogos segue rendendo manchetes nos jornais da Espanha. O Sport , da Catalunha, publicou nesta sexta-feira que a decisão de Luis Enrique não teve razões técnicas, tendo sido um castigo ao defensor por casos de indisciplina.

Piqué, zagueiro do Barcelona
David Ramos/Getty Images
Piqué, zagueiro do Barcelona

O primeiro deles teria sido o uso de um celular pelo jogador no banco de reservas na decisão da Supercopa da Catalunha, diante do Espanyol, quando o técnico optou por poupar alguns titulares devido ao caráter festivo do duelo.

Depois, Piqué se envolveu em uma discussão com um guarda de trânsito nas ruas de Barcelona. Ao ser multado, o zagueiro teria insultado o oficial, afirmando que o fiscal "teria inveja" pelo fato dele ser famoso, decidindo puni-lo.

Por fim, uma foto de Piqué em uma casa noturna da cidade que circulou pelas redes sociais teria irritado ainda mais o treinador, que o colocou no banco de reservas como forma de punição às seguidas polêmicas do zagueiro.

Segundo a publicação, o castigo já teria se encerrado e o zagueiro deve voltar a ser titular na próxima rodada do Campeonato Espanhol. No sábado, o Barcelona recebe o Sevilla no Camp Nou, em duelo válido pela 12ª rodada da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.