O questionamento teria surgido porque o Barça não costuma usar intermediários em suas negociações, mas no caso de Douglas, o empresário Juan Figer esteve no meio do negócio

A contratação do lateral direito Douglas estaria sob investigação no Barcelona. O principal alvo da suspeita é o diretor técnico Albert Valentín, um dos principais responsáveis pela contestada contratação do brasileiro. O próprio presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, abriu as investigações internas, segundo a rádio "Cadena Ser". A assessoria de imprensa do clube catalão ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Douglas posa para foto em frente ao escudo do Barcelona
Divulgação/FCBarcelona
Douglas posa para foto em frente ao escudo do Barcelona

O questionamento teria surgido porque o Barça não costuma usar intermediários em suas negociações, mas no caso de Douglas, o empresário Juan Figer esteve no meio do negócio feito junto ao São Paulo e Valentín. Normalmente, o próprio Bartomeu se envolve nas negociações, mas, dessa vez, o diretor se reuniu diversas vezes com a Figer e Traffic no Brasil.

De acordo com as informações da rádio, Traffic e Juan Figer tentaram passar o Barça para trás inflando o preço do jogador desde o início das negociações, pedindo 12 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões), logo depois do Barça ter recebido um relatório positivo dos olheiros Urbano Ortega e Miki Albert - ambos homens de confiança de Valentín.

Figer teria saído da negociação e, no final, a Traffic levou uma porcentagem de 4 milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões) da negociação com o lateral direito, que ainda não convenceu o técnico Luís Enrique de que pode ser útil ao time principal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.