"Não entendi os motivos dessas dúvidas, pois o martelo já foi batido", disse Eduardo Bandeira de Mello, presidente do clube

Apesar de evitar se envolver em questões relacionadas ao departamento de futebol, que cada vez mais ganha autonomia, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, encerrou uma das principais polêmicas do clube neste fim de temporada. Após a vitória de 3 a 2 sobre o Coritiba, que afastou qualquer risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o dirigente confirmou que o técnico Vanderlei Luxemburgo vai permanecer à frente do elenco para 2015. O treinador não tem contrato assinado com o clube, mas existe um compromisso verbal com validade até o fim do próximo ano.

Luxemburgo testa opções no fim do Brasileirão já pensando na temporada 2015

"Não entendi os motivos dessas dúvidas, pois o martelo já foi batido. Se existe um acordo verbal, de cavalheiros, para mim é como se existisse um papel assinado. É o desejo do Flamengo que o Vanderlei fique e é o desejo do treinador continuar no clube", disse Bandeira.

Vanderlei Luxemburgo vai continuar no comando do Flamengo em 2015
Gazeta Press
Vanderlei Luxemburgo vai continuar no comando do Flamengo em 2015

O treinador confirmou a permanência no clube. "Vou assinar o contrato com o Flamengo, mas não existe nenhuma dúvida sobre a minha permanência. A diretoria inclusive poderia vir a público esclarecer. Isso foi algo criado muito mais de fora do que de dentro. Estou recebendo o que foi combinado", avisou Vanderlei, se referindo inclusive a uma cota de ingressos por jogo e camisas oficiais.

A permanência de Vanderlei Luxemburgo mostrará a vitória de algumas correntes políticas importantes na Gávea, como a liderada pelo ex-presidente Kléber Leite, amigo pessoal do treinador. Porém, internamente Bandeira de Mello terá que lidar com a insatisfação de alguns fortes dirigentes de sua gestão que não gostam do técnico, sendo o principal deles Luiz Eduardo Baptista, o Bap, diretor de Marketing e cada vez mais influente no departamento de futebol.

Sobre Felipe Ximenes, diretor executivo do departamento de futebol, a tendência é que ele também seja mantido. "Também não vejo motivos para o Ximenes sair, pois estamos, inclusive, trabalhando no planejamento para a próxima temporada. A minha avaliação do trabalho dele é positiva e espero que ele fique", disse Bandeira.

Com a definição de que Vanderlei Luxemburgo e Felipe Ximenes estarão no Flamengo em 2015, o clube, a partir desta semana, vai intensificar os planos para a formação do elenco. A ideia é procurar os jogadores que têm contrato somente até 31 de dezembro para definir a renovação daqueles que seguem nos planos da comissão técnica, além de analisar a situação dos atletas que retornam de empréstimo. Sobre reforços, como a vaga na Copa Libertadores não foi alcançada, é possível que o orçamento esteja longe de agradar Luxemburgo. Porém, como se trata de um ano eleitoral e Bandeira de Mello deverá tentar a reeleição, é possível que algum investimento maior seja feito.

Neste clima de definições que o Flamengo vai enfrentar o Atlético-MG nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), na Arena Independência, em Belo Horizonte (MG), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para este jogo Vanderlei Luxemburgo estuda algumas modificações para dar oportunidades a peças que não vem sendo utilizadas. Porém, como a segunda-feira foi de trabalho regenerativo, a definição da formação que vai a campo acontecerá apenas no treino previsto para a manhã desta terça-feira, no Ninho do Urubu, que vai anteceder a viagem para Belo Horizonte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.