Tamanho do texto

Atacante tem se destacado na reta final do Campeonato Brasileiro, mas seu vínculo com o clube termina em dezembro

Nixon festeja gol do Flamengo diante da Chapecoense
Buda Mendes/Getty Images
Nixon festeja gol do Flamengo diante da Chapecoense

Com quatro gols no Campeonato Brasileiro, o atacante Nixon, de 22 anos, caiu nas graças dos torcedores rubro-negros. Aposta de Vanderlei Luxemburgo, o dianteiro acabou valorizado pelas atuações recentes, que consolidaram seu melhor momento pelo Flamengo - clube que defende profissionalmente desde 2012. Todavia, sua permanência na Gávea após o término contratual, em 31 de dezembro, é incerta.

Os dirigentes flamenguistas já iniciaram as conversas com o atacante. Entretanto, os valores iniciais não agradaram ao jovem, que recebe um montante mensal em torno de R$ 20 mil. Mesmo sem a quantia ter evoluído nas reuniões inaugurais, Luxemburgo espera que o dianteiro permaneça em domínio carioca.

Flamengo confirma permanência de Vanderlei Luxemburgo para o ano que vem

Quando questionado sobre o impasse, Nixon adotou cautela, mas não cravou sua permanência. "Não depende só de mim. Estou fazendo a minha parte e sei que as coisas serão resolvidas. É difícil falar, afirmar algo. Meu contrato termina em 31 de dezembro e só vou me pronunciar sobre isso quando tiver algo concreto em mãos", ressaltou.

Com oito gols na temporada, o atacante mudou o semblante ao tratar de seu momento com o manto rubro-negro e pregou foco no fim do Campeonato Brasileiro. "Trabalho e dou meu máximo em prol do Flamengo. Faço tudo que um profissional deve realizar, dentro e fora de campo. Me entregarei nesses quatro jogos restantes. Desde o meio do ano, acreditei que poderia exercer meu talento, fazendo as coisas acontecerem. Graças a Deus foi assim e agora posso desfrutar do momento", avaliou.

Em sua trajetória profissional, Nixon soma 64 partidas defendendo o Flamengo, com 13 gols marcados. O dianteiro é cotado para assumir a titularidade no duelo desta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), diante do Atlético-MG, no Independência, válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe dirigida por Vanderlei Luxemburgo aparece na oitava posição, com 47 pontos, trilhando um retrospecto de 13 vitórias, oito empates e 13 derrotas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.