Equipe mineira precisa da vitória diante dos catarinenses para seguir na luta pelo acesso à divisão de elite nacional

A derrota para o Sampaio Corrêa frustrou os planos do Boa Esporte se manter no G4 da Série B, mas a equipe ainda não jogou a toalha e aposta no acesso para a elite do futebol nacional. Para retornar ao grupo dos quatro primeiros, os mineiros precisam vencer o líder Joinville , em jogo que será realizado nesta terça-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio Melão, em Varginha.

Quinto colocado com 53 pontos, o Boa Esporte retorna ao grupo dos melhores da Série B se triunfar e contar com um tropeço do Ceará, que enfrenta os potiguares do ABC, fora de casa. O grande problema para a equipe mineira é que, além de se preocupar com a parte de cima da tabela, tem de ficar com olhos abertos para os concorrentes a um lugar no grupo de acesso à Primeira Divisão.

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro da Série B

Com a disputa acirrada nestas últimas rodadas, o número de vitórias pode ser decisivo na classificação. Neste quesito, o Boa Esporte só não supera os dois primeiros colocados e o América-MG. O time tem 16 vitórias, contra 21 do líder Joinville e 19 da Ponta Preta, vice-líder. O América-MG soma 17 triunfos e Vasco, Ceará e Atlético-GO têm 15 vitórias.

No Boa Esporte, o compromisso contra o Joinville é encarado como uma verdadeira final. Na avaliação do atacante Fernando Karanga, uma vitória nesta terça-feira, dá mais moral para o Boa seguir brigando pelo acesso. "Vencer o líder será especial porque dá moral para a sequência. Será um jogo dificílimo, mas dentro de casa podemos vencer qualquer time", declarou.

Para o duelo contra os catarinenses, o técnico Nedo Xavier terá os retornos do zagueiro Thiago Carvalho e do volante William Magrão, que cumpriram suspensão automática contra o Sampaio Corrêa. Em compensação, o comandante boveta perdeu Tinga, Diego e Ualisson Pikachu, que estão machucados e não voltam mais nesta temporada.

Se o duelo é encarado como uma final pelo Boa Esporte, do lado do Coelho do Sul do Brasil é uma final de verdade. O Joinville já tem vaga garantida na primeira divisão do Brasileiro, mas a equipe catarinense quer o título da competição e chega embalada pela vitória em cima da Ponte Preta, que garantiu a ponta da tabela.

Na liderança da Série B, com 69 pontos, o Tricolor depende apenas de si para conquistar o título inédito da Segundona. O atacante Edigar Junio não quer deixar o título escapar. "Somos líderes e só dependemos da gente, então vamos fazer o possível para ficar com a taça. Nossa torcida merece o título", comentou.

O técnico Hemerson Maria terá três desfalques para a partida contra o Boa Esporte. O lateral-direito Edson Ratinho, o zagueiro Bruno Aguiar e o meia Everton receberam o terceiro cartão amarelo e não participam do confronto. O treinador do Coelho ainda não definiu os substitutos.

FICHA TÉCNICA
BOA ESPORTE X JOINVILLE

Local : Estádio Melão, em Varginha (MG)
Data : 18 de novembro de 2014, terça-feira
Horário : 21h50 (de Brasília)
Árbitro : Felipe Gomes da Silva - PR (ASP-FIFA)
Assistentes : Moises Aparecido de Souza - PR (CBF-2) e Luiz H Souza Santos Renesto - PR (CBF-1)

BOA ESPORTE : João Carlos; Edmar, Ciro Sena, Thiago Carvalho e Marinho Donizete; William Magrão, Vinícius Hess, Wellington e Tomas; Clebson e Fernando Karanga
Técnico : Nedo Xavier

JOINVILLE : Ivan, Murilo, Juliano, Guti e Rogério; Naldo, Anselmo, Filipe Soutto, Marcelo Costa; Fernando Viana e Edigar Junio
Técnico : Hemerson Maria

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.