"Me encantaria trabalhar no Barça. Essa modalidade é a minha paixão e seria o máximo para mim", fala o meia sobre futuro

Xavi toca por cima do goleiro e marca gol para o Barcelona no Espanhol
Getty Images
Xavi toca por cima do goleiro e marca gol para o Barcelona no Espanhol

Aos 34 anos, Xavi Hernández afirma que ainda não pensa na aposentadoria dos gramados, mas garante que mudou de opinião e agora cogita treinar algum time depois que parar de jogar futebol. O meio-campista do Barcelona garantiu que tem uma carreira feliz e começou a cogitar a possibilidade de treinar para poder ficar sempre perto do esporte que tanto ama.

Leia mais sobre futebol espanhol no iG

"Me encantaria trabalhar no Barça. Essa modalidade é a minha paixão e seria o máximo para mim. Veremos que o há para o futuro. Agora, por enquanto, desfruto muito com meu futebol. Muitos ex-jogadores me dizem para que eu aguente jogando o máximo possível", disse em entrevista à BBC.

E mais: Para não perder Neymar, Barcelona deve aumentar salário e contrato

Xavi ainda comentou a chegada de Luís Suárez ao grupo do Barcelona. O experiente meia considera o atacante "um líder nato" e espera que ele renda bons frutos aos catalães.

Sobre seu futebol, Xavi garantiu que quando era pequeno também gostava mais de dar assistências do que de fazer gols. "O que as pessoas veem no estádio é bem parecido com o que era pequeno", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.