Seleção comandada por Tata Martino sofreu gol no início do jogo, mas Messi e cia. conseguiram virada por 2 a 1

Messi em ação no duelo entre Croácia e Argentina
Kirsty Wiggle/AP
Messi em ação no duelo entre Croácia e Argentina

O retorno de Carlitos Tévez à seleção argentina foi apagado. O atacante entrou apenas no segundo tempo, e pouco participou da vitória da seleção nesta terça-feira. Depois de levar um susto do time B da Croácia, que prioriza as Eliminatórias para a Eurocopa, os comandados de Gerardo Martino garantiram o triunfo de virada, por 2 a 1, com gols de Messi e Ansaldi. Sharbini fez o de honra para os croatas.

Após o bom resultado nesta terça-feira, a Argentina volta a campo na próxima terça-feira, ainda na Inglaterra, mas desta vez em Old Trafford, estádio do Manchester United. O confronto, às 16h45 (de Brasília), será diante de Portugal, em duelo particular entre Messi e Cristiano Ronaldo.

A Croácia, por sua vez, usou o duelo desta terça-feira como uma preparação para o duelo contra a Itália, pelas Eliminatórias da Copa. Os dois times ainda estão invictos, e a vitória pode representar um passo importante para garantir uma vaga na competição europeia. O jogo será no próximo sábado, em Milão.

Croácia B surpreende

Ao priorizar a rodada das Eliminatórias da Eurocopa, Niko Kovac escalou um time recheado de reservas no amistoso. Os garotos, porém, queriam mostrar serviço, e, apesar da primeira missão ser conseguir para o ataque argentino, abusavam da velocidade para surpreender a Argentina nos contra-ataques. O gramado molhado ajudava no toque de bola rápido e a surpresa foi consumada logo cedo.

Já aos 10 minutos, em um contra-ataque, a Croácia trocou passes em velocidade, Kovacic dominou no meio, encontrou Sharbini livre no lado esquerdo, o meia teve tempo de parar a bola, e depois tocou com categoria para abrir o placar em Upton Park. O gol serviu para acordar os companheiros de Messi, que então passaram a dominar o confronto em terras inglesas.

Bem marcado pelos croatas, Messi teve pouco espaço, mas ainda assim descolou boas jogadas. Em uma tabela com Banega, viu a bola sobrar para Aguero, e o atacante perdeu a chance mais clara do jogo. Mais tarde, o atacante do Barcelona fez a jogada com Ansaldi, recebeu no lado esquerdo, bateu cruzado, mas acertou o lado de fora da rede. Seria preciso mudar no segundo tempo.

Messi faz tudo voltar ao normal

A resposta da Argentina veio rapidamente na volta do intervalo. Logo aos três minutos, o lateral Ansaldi se apresentou no lado esquerdo do ataque, levou para o meio, soltou a bomba de fora da área e contou, literalmente, com uma mãozinha de Aguero. A bola desviou no braço do atacante e assim enganou o goleiro Kalinic, que nada pôde fazer para evitar o empate dos argentinos.

O gol deixou a equipe sul-americana ainda mais animada, e Messi, em um dos raros momentos com espaço, encontrou Aguero livre dentro da área, o atacante tocou na frente e foi derrubado pelo goleiro. O árbitro não titubeou para marcar o pênalti, Messi foi para a cobrança e virou a partida com um chute firme de perna esquerda. A situação estava normalizada no Upton Park.

Com a vitória parcial, Marino enfim fez a troca que todos aguardavam. Tévez entrou na vaga de Aguero, e foi aplaudido de pé pelo torcedor do West Ham, clube pelo qual se tornou ídolo. Em uma das poucas participações, o atacante da Juventus saiu na cara do goleiro, mas chutou para fora, assim não conseguiu marcar em seu aguardo retorno à seleção argentina.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 2 X 1 CROÁCIA

Local: Upton Park, em Londres (Inglaterra)
Data: 12 de novembro de 2014, quarta-feira
Horário: 17h45 (de Brasília)
Árbitro: André Marriner (Inglaterra)
Gols: ARGENTINA: Ansaldi, aos 3, e Messi, aos 11 minutos do segundo tempo
CROÁCIA: Sharbini, aos 10 minutos do primeiro tempo

ARGENTINA: Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Santiago Vergini, Federico Fazio e Christian Ansaldi (Jonathan Silva); Javier Mascherano, Ever Banega (Roberto Pereyra), Enzo Perez e Angel Di Maria (Erik Dí Maria); Lionel Messi e Sergio Aguero (Carlitos Tévez)
Técnico: Gerardo Martino

CROÁCIA : Lovre Kalinic (Ivan Vargic), Marin Loevac, TIn Jedvaj, Marko Leskovic (Matej Mitrovic) e Sime Vrsaljko; Milan Badelj, Mateo Kovacic (Alen Halilovic), Anas Sharbini (Mato Jajalo), Hrvoje Milic (Ivan Tomecak) e Domagoj Antolic; Duje Cop (Marko Rog)
Técnico : Niko Kovac

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.