Dez equipes serão promovidas da segunda divisão e se juntarão às 20 que atualmente figuram na elite. Formato ainda é incerto

A AFA (Associação de Futebol da Argentina) aprovou, na última terça-feira, uma mudança drástica no formato de disputa do campeonato nacional da Argentina. O sistema atual tem dois torneios, Apertura e Clausura, que deixarão de existir em 2015. 

Leia mais: Messi mudará de posição na seleção argentina, diz Gerardo Martino

Ainda não foi definido o formato da nova competição, mas sabe-se que 10 clubes subirão à primeira divisão em 2015, somando-se aos atuais 20. Os grandes clubes desejam disputar um torneio de transição em fevereiro, para retomar as atividades após a parada do final do ano. Os demais, porém, defendem que o campeonato com 30 clubes comece já nos primeiros meses de 2015.

Se for mantido o desejo dos principais clubes, serão duas competições em 2015. No primeiro semestre, os times seriam divididos em duas chaves. A partir de junho, a competição principal se iniciaria, com 30 clubes e prazo de duração de um ano, equiparando, assim, o calendário argentino ao europeu.

"Na semana que vem ficará decidido se jogamos de fevereiro a dezembro direto ou se teremos duas chaves no primeiro semestre antes de um campeonato mais longo", disse Luis Segura, presidente da AFA.

Outro fato muito debatido é a redistribuição das receitas provenientes da televisão, já que o valor gasto atualmente pela União - cerca de R$ 357 milhões - precisaria ser recalculado por conta da entrada de mais dez times na primeira divisão.

*com Gazeta Press

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.