Tamanho do texto

Equipe mineira levou gol no começo, mas conseguiu reação na segunda etapa e segue na liderança do Brasileirão

Marcelo Moreno marca na virada do Cruzeiro sobre o Criciúma
DENIS DIAS/Gazeta Press
Marcelo Moreno marca na virada do Cruzeiro sobre o Criciúma

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro recebeu o lanterna Criciúma no Mineirão, em um jogo que teoricamente seria fácil, mas a Raposa encontrou muitas dificuldades contra os catarinenses. Logo aos dois minutos, o Tigre abriu o placar e se fechou completamente. Os mineiros só conseguiram furar o bloqueio defensivo no segundo tempo, virando o marcador e vencendo por 3 a 1, se aproximando ainda mais do título Brasileiro.

Confira a classificação, jogos, notícias e artilharia do Brasileirão

No primeiro ataque do Criciúma, o zagueiro Bruno Rodrigo furou veio e permitiu Lucca sair na cara de Fábio e tocar por cobertura anotando o primeiro gol do jogo. Na etapa final, o Cruzeiro empatou com Marcelo Moreno, e logo na sequência chegou a virada com Ricardo Goulart. No finalzinho, Willian garantiu a vitória. O triunfo coloca a Raposa com 67 pontos, muito perto de comemorar o título e mantém o Tigre na lanterna do Brasileirão com apenas 30 pontos.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro vai defender a liderança da competição nacional contra o Santos, duelo no próximo domingo, na Vila Belmiro, mas antes a Raposa tem pela frente a final da Copa do Brasil, contra o arquirrival Atlético-MG, jogo de ida, quarta-feira, no Independência. Já o Criciúma recebe o Grêmio, sábado, no Heriberto Hulse.

O jogo
A torcida cruzeirense ainda se acomodava nas cadeiras do Mineirão quando o zagueiro Bruno Rodrigo furou bisonhamente, permitindo o atacante Lucca sair na cara do goleiro Fábio. O jogador catarinense mostrou qualidade para tocar por cobertura, abrindo os trabalhos e surpreendendo a Raposa no Gigante da Pampulha.

O Cruzeiro tentou dar a resposta imediatamente com Ricardo Goulart, que na cara do gol, parou no goleiro Bruno, que fez grande defesa. Se antes de abrir o placar a postura do Tigre já era de se defender e tentar alguma coisa no contra-ataque, com vantagem no marcador, o Criciúma se fechou ainda mais, dificultando as ações ofensivas da equipe mineira.

Para superar a forte marcação, o Cruzeiro usou muito as inversões de jogadas e troca de posições no ataque para tentar superar as linhas de defensores do time visitante. Como o jogo se desenvolveu praticamente no campo ofensivo dos celestes, os laterais Mayke e Egídio constantemente foram usados como alternativa criar as jogadas.

Mesmo com a pressão intensa o Cruzeiro não conseguiu empatar na etapa inicial, com o time errando passes e se precipitando nas jogadas, mostrando ansiedade. 

Após o intervalo, o panorama do jogo mudou muito pouco, ou seja, pressão total do Cruzeiro, enquanto o Criciúma se esforçava para conter os avanços, abusando da famosa cera. 

A pressão cruzeirense só surtiu efeito aos 13 minutos, quando o volante Nilton cobrou falta com muita violência, o goleiro Bruno não conseguiu segurar firme, e no rebote, Marcelo Moreno, que tinha acabado de entrar no jogo, tirou os celestes do sufoco empatando o jogo no Mineirão. Aos 17, novamente Moreno, em bela cabeçada, que obrigou Bruno a se esticar todo para operar um verdadeiro milagre.

A pressão após o empate se tornou insuportável, e aos 18, a virada finalmente apareceu no Mineirão com o Ricardo Goulart. O gol dá tranquilidade fez o Gigante da Pampulha explodir em alegria total. Com a desvantagem, o Criciúma finalmente resolveu atacar, criando algumas chances, mas faltou qualidade técnica.

Com a virada no placar, o Cruzeiro diminuiu um pouco o ritmo intenso da partida, mesmo assim, seguiu com as rédeas do confronto e criando chances de dilatar o marcador. Aos 44, com os visitantes já entregues, Willian aproveitou assistência de Ricardo Goulart e fechou o marcador no Gigante da Pampulha.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3 X 1 CRICIÚMA

Local : Estádio Mineirão, em Belo Horizonte
Data : 09 de novembro de 2014, domingo
Horário : 19h30 (de Brasília)
Árbitro : Marcos André Gomes da Penha (ES)
Assistentes : Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES)
Cartões amarelos : (Cruzeiro) Léo, Mayke, Bruno Rodrigo (Criciúma) Cortez, Giovanni, Rafael Pereira, Maurinho
GOLS :
CRUZEIRO : Marcelo Moreno, aos 13, Ricardo Goulart, aos 18 e Willian, aos 44 minutos do segundo tempo
CRICIÚMA : Lucca, aos dois minutos do primeiro tempo

CRUZEIRO : Fábio; Mayke, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio (Marcelo Moreno); Nilton, Henrique (Samudio), Ricardo Goulart e Everton Ribeiro; Willian e Júlio Baptista (Willian Farias)
Técnico : Marcelo Oliveira

CRICIÚMA : Bruno; Luís Felipe, Joílson, Fábio Ferreira e Giovanni; Rafael Pereira (Bruno Lopes), Serginho (Maurinho), Martinez, Cleber Santana e Cortez (João Vitor); Lucca
Técnico : Toninho Cecílio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.