Time de Mano Menezes luta para se classificar à Copa Libertadores da América através do Campeonato Brasileiro, objetivo que ficou bem distante do rival

Guerrero é referência para jogadores jovens do Corinthians diante do Santos
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Guerrero é referência para jogadores jovens do Corinthians diante do Santos

Com 100% de aproveitamento nos clássicos disputados em sua casa - venceu o Palmeiras por 3 a 2 e o São Paulo por 2 a 0 -, o Corinthians apresentará o estádio de Itaquera ao Santos a partir das 19h30 (de Brasília) deste domingo. O time de Mano Menezes luta para se classificar à Copa Libertadores da América através do Campeonato Brasileiro , objetivo que ficou bem distante do rival.

De acordo com o matemático Tristão Garcia, os 54 pontos ganhos até então deixaram o Corinthians com 31% de chance de avançar para o torneio continental. Logo atrás na tabela, com 46 pontos, o Santos não teria mais possibilidades de classificação, seguindo os mesmos cálculos. Restaria ao clube da Vila Belmiro em 2014, portanto, o consolo de ser o primeiro rival corintiano a sair de Itaquera com três pontos.

Para os jogadores do Corinthians, é importante adotar cautela para preservar a mística da Zona Leste de São Paulo e acabar com as derradeiras aspirações santistas. "Clássico sempre é um campeonato à parte. Temos que trabalhar e acertar algumas coisas para fechar com chave de ouro essa primeira série de clássicos em nossa arena", disse o zagueiro Gil. "Para mim, é indiferente ganhar clássicos ou outros jogos. Mas é bacana para o torcedor, até para poder zoar os adversários", complementou o lateral esquerdo Fábio Santos.

Do outro lado, quem ainda não perdeu as esperanças na Vila Belmiro sabe que o Corinthians, além de maior rival, é um concorrente direto pela improvável vaga na Libertadores. "Enquanto houver possibilidade matemática, temos que tentar. A situação é difícil, mas isso faz parte. Vamos procurar tirar lições desse momento", afirmou o técnico Enderson Moreira, ainda abatido pela eliminação na Copa do Brasil, diante do Cruzeiro.

O lateral esquerdo Fábio Santos não encarou a queda do Santos no torneio de mata-mata como uma vantagem para o Corinthians. "Isso é relativo. A gente perdeu para o Atlético-MG em uma quarta-feira, e o Inter havia tido a semana cheia para trabalhar. Mas fomos ao Beira-Rio e ganhamos. Vamos ver como eles reagem. Foram eliminados pela melhor equipe do Brasil, na minha opinião", comentou.

O fato é que o confronto com o Cruzeiro trouxe alguns problemas para o Santos. Enderson Moreira passou a se sentir ameaçado no cargo e ainda viu o atacante Robinho sofrer um edema na coxa esquerda durante a semifinal, tornando-se desfalque para o clássico. Para piorar, Thiago Ribeiro perdeu peso em função de problemas estomacais, Geuvânio ainda se recupera de lesão muscular e David Braz continua sem previsão de retorno por causa de uma hérnia cervical.

No Corinthians, a principal novidade será o retorno do ídolo Paolo Guerrero, que estava afastado para cumprir uma inesperada suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Embora Mano Menezes não confirme, o peruano deverá atuar isolado no ataque, municiado pelos meias Danilo e Renato Augusto. Na zaga, Anderson Martins sente dores e poderá ceder espaço para o contestado Felipe.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X SANTOS

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 9 de novembro de 2014, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Carlos Augusto Nogueira Júnior (ambos de SP)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins (Felipe) e Fábio Santos; Bruno Henrique, Elias, Petros, Renato Augusto e Danilo; Guerrero
Técnico: Mano Menezes

SANTOS: Aranha; Cicinho, Bruno Uvini, Edu Dracena e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Rildo, Gabriel e Jorge Eduardo (Leandro Damião)
Técnico: Enderson Moreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.