Time goiano cumpre punição aplicada pelo STJD por causa da briga entre os torcedores na partida contra o Figueirense, disputada no dia quatro de outubro, no Serra Dourada

Neste domingo, Bahia e Goiás têm compromisso marcado no Serra Dourada, às 19h30 (de Brasília), pela 33ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Com 41 pontos na tabela de classificação, o Esmeraldino não tem a permanência na Primeira Divisão garantida e ainda se preocupa com a queda. Já a situação do Bahia é bem mais alarmante, uma vez que o Tricolor acumula apenas 31 pontos e está na zona do rebaixamento.

Para o duelo, o técnico Gilson Kleina promoverá algumas mudanças em relação ao time derrotado pelo Palmeiras por 1 a 0, no último domingo. A entrada do zagueiro Titi foi confirmada, e Demerson, que retorna de suspensão, ficará como reserva e formará dupla com Lucas Fonseca. Além dele, o jovem Pará ganhou uma nova oportunidade na lateral-direita. Já Roniery foi mantido no lado esquerdo.

No meio-de-campo, Emanuel Biancucchi perdeu a posição para Guilherme Santos, que deverá ser adiantado para atuar no setor de criação. O atacante Potita, liberado para resolver problemas pessoais - sua esposa levou um tiro - deve ser substituído por William Barbio.

Com quase 90% de chance de queda, o Bahia se inspira no exemplo do Fluminense em 2009 para acreditar que pode escapar da Série B. "Nosso grupo acredita que pode reverter a situação. O Fluminense, em 2009, tinha que ganhar e conseguiu. Então, nosso grupo acredita. Mas não adianta só falar, é fazer também, a começar por domingo", afirmou o volante Uelliton.

Do outro lado, a situação do Goiás é bem mais tranquila. Porém, sem vencer há duas rodadas, o Esmeraldino quer um triunfo para se livrar, praticamente, do risco de queda. "Enquanto houver perigo de rebaixamento, nós temos que ter atenção. Não estamos totalmente garantidos na Série A. Jogaremos no domingo para nos livrarmos do risco de rebaixamento", afirmou o zagueiro Jackson.

Para a partida, o técnico Ricardo Dubrisck tem como dúvida o atacante Samuel, que sofre com lesão muscular na parte posterior da coxa esquerda. O jogador não atua há dois jogos - derrota por 3 a 0 para o São Paulo e 2 a 0 para o Fluminense.

Contra o Tricolor Paulista, o treinador optou por utilizar Ramon. Já contra o carioca, o escolhido foi Bruno Mineiro. Nos últimos quatro duelos, o Goiás marcou apenas um gol, cujo autor foi Esquerdinha.

Apesar de atuar em casa, o Alviverde não poderá contar com o apoio de sua torcida, já que terá de jogar com portões fechados. A punição aplicada pelo STJD é consequência da briga entre os torcedores na partida entre Goiás e Figueirense, disputada no dia quatro de outubro, no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X BAHIA

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 9 de novembro de 2014, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa/SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (Fifa/SC) e Carlos Berkenbrock (SC)

GOIÁS: Renan, Moisés, Pedro Henrique, Jackson e Lima; Amaral, David, Thiago Mendes e Esquerdinha; Erik e Bruno Mineiro
Técnico: Ricardo Drubscky

BAHIA: Marcelo Lomba; Roniery, Lucas Fonseca, Titi e Pará; Rafael Miranda, Uelliton, William Barbio e Guilherme Santos; Lincoln e Kieza
Técnico: Gilson Kleina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.