"Temos um grupo extraordinário. Isso aqui não acontece por acaso", disse o atacante Willian, herói da partida

Willian comemora gol do Cruzeiro na Vila Belmiro
Friedemann Vogel/Getty Images
Willian comemora gol do Cruzeiro na Vila Belmiro

O Cruzeiro encontrou dificuldades contra o Santos na Vila Belmiro, mas mostrou que não é líder do Brasileiro por acaso e arrancou o empate no fim para carimbar o passaporte para à decisão da Copa do Brasil . O atacante Willian, que marcou o gol da igualdade, enalteceu o equipe e afirmou que as coisas não acontecem por acaso.

Atlético-MG faz novo milagre, goleia Flamengo e chega à decisão

"Muitos falaram que a gente não tinha condições para o mata-mata. Precisávamos mostrar que tínhamos condições. Temos um grupo extraordinário. Isso aqui não acontece por acaso. Fico muito feliz. Meu pai está presente e sabe da luta que sempre passamos, sempre me apoiando, vindo me prestigiar aqui. Dedico a ele esse gol, à minha mãe, minha esposa, minhas filhas. Foi um jogo brilhante", declarou.

O atacante Marcelo Moreno comemorou muita a vaga para à decisão da Copa do Brasil, e fez questão de parabenizar os companheiros pelo resultado conquistado. O jogador ainda se lembrou que a grande final será contra o arquirrival Atlético-MG, em um duelo que segundo ele não tem favoritos.

"A final vai parar Minas Gerais, mas o Brasil inteiro vai querer ver. Clássico não tem favorito, temos de pensar com calma nos jogos que vamos ter. Todo mundo está de parabéns porque estamos em duas competições, e em condições de ganhar dois títulos”, disse o boliviano.

* Com Gazeta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.