Números mágicos para evitar o rebaixamento não seduzem o goleiro, que reconhece o óbvio: preocupação deve ser ganhar

Vagner Mancini se concentra nos jogos em casa para afastas risco de rebaixamento
Divulgação
Vagner Mancini se concentra nos jogos em casa para afastas risco de rebaixamento

Com 33 pontos no Campeonato Brasileiro, o Botafogo não sabe ao certo se precisa de de mais 10, 11 ou 12 pontos para garantir a permanência na primeira divisão. Os jogadores do time que está na zona de rebaixamento há sete rodadas preferem tratar a situação sem olhar para a matemática. Vencer é essencial. 

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

"Temos condições de escapar do rebaixamento, mas não podemos ficar fazendo contas. Temos que ir a campo e fazer a nossa parte. Se ganharmos o próximo jogo a distância para a pontuação necessária vai cair ainda mais", disse o goleiro Jéfferson. O próximo jogo do Botafogo será neste sábado contra o Atlético-PR em Volta Redonda.

O Botafogo terminou na zona de rebaixamento em 14 das 32 rodadas do Brasileirão. Está nela desde a 26ª e somou apenas 11 pontos dos últimos 30 que disputou. O Botafogo tem também a pior campanha do segundo turno. Somou 11 pontos em 13 jogos. O Sport, com 12, é o segundo pior.

Para o atacante Rogério, a equipe não pode se agarrar à matemática, mas sim vencer todos os confrontos. "O Botafogo não pode mais errar na competição. Já gastamos a nossa cota de erros. Temos que vencer o Atlético e os próximos jogos. Apenas com as vitórias vamos conseguir a permanência na primeira divisão", disse.

O técnico Vagner Mancini e os demais membros da comissão técnica também preferem não trabalhar com números fechados. Embora não falem abertamente, porém, pensar que com 45 pontos a certeza de ficar na elite nacional será de 100% e por isso as contas passam necessariamente por vitórias nos três jogos em casa contra rivais de fora do Rio de Janeiro: Atlético-PR, Figueirense e Atlético-MG, este na última rodada.

"Temos que pensar cada jogo. São seis decisões até o fim do ano e o jogo contra o Atlético Paranaense é o primeiro de uma série de finais para o Botafogo", analisou Mancini. O Botafogo ainda enfrenta Fluminense, Chapecoense e Santos como visitante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.