Em relação ao time que venceu Bahia, nessa formação, apenas Henrique, que estava suspenso, entrou no lugar de Wesley

Como já ocorreu antes de enfrentar o Bahia, Dorival Júnior tem dúvida entre escalar três volantes ou dois atacantes para encarar o Atlético-MG neste sábado, no Pacaembu. Em treino sob chuva na manhã desta quarta-feira, o técnico armou o Palmeiras alternando Mouche e Juninho entre os titulares.

Confira a classificação e os próximos jogos do Brasileirão

Sem Wesley, suspenso, e Eguren, Leandro e Rodolfo machucados, o comandante iniciou as atividades com: Fernando Prass; João Pedro, Nathan, Tobio e Victor Luis; Renato e Marcelo Oliveira; Mouche, Valdivia e Mazinho; Henrique.

Em relação ao time que venceu o Bahia em Salvador, nessa formação, apenas Henrique, que estava suspenso, entrou no lugar de Wesley, com Mouche recuado para atuar pelas pontas e Victor Luis mantido na lateral esquerda mesmo com a volta de Juninho, que cumpriu gancho por acúmulo de amarelos na Fonte Nova.

Ao longo da atividade, Dorival testou por cerca de dois minutos a entrada de Diogo no lugar de Mouche, mas logo resolveu experimentar um sistema mais defensivo, similar ao usado no fim de semana. Abriu mão de um atacante e isolou Henrique na frente, promovendo a entrada de Juninho e armando o meio-campo com Renato, Victor Luis e Marcelo Oliveira como volantes.

A formação com o meio-campo mais marcador foi utilizado por período similar ao com dois atacantes. Pouco após atuar entre os reservas, Mouche chegou a reclamar de incômodo no pé, mas continuou treinando normalmente. Deve seguir como opção entre os titulares para encarar o Galo.

Cristaldo foi a novidade no gramado da Academia de Futebol. Depois de uma semana, o argentino se mostrou recuperado de entorse no tornozelo esquerdo e iniciou trabalhos de recondicionamento físico ao lado dos zagueiros Thiago Martins e Wellington. É possível que esteja em condições de atuar no fim de semana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.