Tamanho do texto

Apesar dos tropeços nas últimas rodadas, técnico ressalta que equipe criou oportunidades, mas falta "poder maior de decisão"

Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro
Washington Alves/Getty Images
Marcelo Oliveira, técnico do Cruzeiro

O técnico Marcelo Oliveira não parece preocupado com a queda de rendimento do Cruzeiro no returno do Campeonato Brasileiro . Ainda líder isolado da competição, a equipe mineira é franca favorita ao título e, segundo o comandante, tem apresentado um ótimo volume de jogo durante as partidas. O próximo compromisso é neste domingo, às 17 horas (de Brasília), contra o Botafogo, no Mineirão. Mais uma vitória deixará a Raposa pertíssimo do bicampeonato.

"Eu teria uma preocupação maior se a gente não estivesse criando oportunidades. Contra o Palmeiras, foram 21 finalizações, nove no gol. Diante do Corinthians foi da mesma forma, atacamos bastante, mas precisamos caprichar melhor e ter um poder maior de decisão. O gol tem um poder e ele faz uma diferença enorme, sobretudo quando você joga contra adversários muito fechados", disse M. Oliveira.

Leia mais: G4 do Brasileiro pode virar G3 ou até G5. Entenda como

Consciente, o treinador espera um confronto difícil contra o Botafogo, já que os cariocas precisam da vitória para escapar da zona de rebaixamento do Brasileirão. Com os pés no chão, Marcelo garante que é preciso saber a hora certa de atacar para fazer os gols.

Confira a classificação, artilharia e mais notícias do Campeonato Brasileiro

"As duas situações são difíceis. O Botafogo, em todas as suas partidas agora, vai dar a vida, vai concentrar muito, vai se organizar muito. Sabendo dessa condição do Cruzeiro de liderança, vai criar uma estratégia bem especifica para o jogo, como tem acontecido. Todas essas situações no momento, em que ninguém está fora do jogo, precisamos de doação para buscar o resultado", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.