Tamanho do texto

Carlinhos, que não continuará no clube ano que vem, não foi relacionado para a partida para não ser pego no doping

O Fluminense terá um desfalque de última hora para a partida contra o Goiás, neste sábado, às 19h30 (de Brasília), no Serra Dourada. Por conta própria, o lateral esquerdo Carlinhos fez uso de um medicamento proibido pelo controle de dopagem. Assim, o Tricolor optou por cortá-lo para evitar uma possível suspensão e preservar a carreira do atleta, que poderia ser afastado do futebol por dois anos. Enquanto a diretoria avalia se punirá o jogador, Fernando viajou para Goiânia.

Carlinhos, lateral do Fluminense, tomou remédio proibido
Photocamera
Carlinhos, lateral do Fluminense, tomou remédio proibido

Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Carlinhos, que não é titular desde o dia 24 de setembro, no empate com o Grêmio, tinha chances de começar jogando neste sábado. O lateral, que se recuperou de lesão, disputava vaga com Chiquinho, que vinha apresentando boas atuações na posição.

O atleta tem sua permanência no Fluminense indefinida, já que as negociações emperraram na Unimed. Porém, Luizão, empresário de Carlinhos, afirmou, no início desta semana, que o lateral não continuará no clube na temporada de 2015.

Na partida deste sábado, Chiquinho deve ser mantido no setor. O jovem Fernando, que já atuou algumas vezes como titular, encontrou o restante da delegação em Goiânia e deverá ficar como opção no banco de reservas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.