Com a derrota por 1 a 0, time catalão perde o topo da tabela para o Real Madrid, que venceu neste sábado por 4 a 0

Neste sábado, o Barcelona foi derrotado por 1 a 0 diante do Celta de Vigo, em pleno Camp Nou. O adversário da vez é o ex-clube do atual treinador culé, o espanhol Luis Enrique. Além da derrota do Barça em casa e da perda da liderança do Campeonato Espanhol, a partida também marcou a estreia de Luis Suárez no estádio.

Luis Suarez lamenta o tropeço do Barcelona
David Ramos/Getty Images
Luis Suarez lamenta o tropeço do Barcelona

Confira a tabela completa do Campeonato Espanhol 

Com o resultado, o Barcelona agora é o terceiro colocado na tabela da Liga BBVA, com 22 pontos – o Real Madrid fez 4 a 0 no Granada hoje e assumiu a ponta, com 24. Já o Celta subiu para o sexto lugar com 19.

O jogo - Caçado como de costume, Neymar foi derrubado pela marcação logo no primeiro minuto. O craque logo se levantou e o árbitro até tentou deixar o lance seguir, mas o empurra-empurra continuou e a falta a favor do Barcelona foi marcada.

As duas primeiras chances reais de gol vieram justamente com o camisa 10 da Seleção Brasileira. Na primeira delas, Rakitic pegou um rebote pela direita do ataque culé e cruzou para a área. Neymar subiu e tentou de cabeça, mas bateu fraco e a bola passou por cima do goleiro.

Na segunda, o brasileiro recebeu de Rafinha Alcântara pela meia esquerda, carregou perto da área e, com categoria, arriscou um chute forte e com efeito. A bola fez uma curva e deixou o goleiro Álvarez desarmado, mas explodiu no travessão.

Messi passa pela marcação de Pablo Hernandez na partida entre Barcelona e Celta
Manu Fernandez/AP
Messi passa pela marcação de Pablo Hernandez na partida entre Barcelona e Celta

Aos 14 minutos, a torcida blaugrana foi ao delírio com Luis Suárez, que fazia a sua estreia no Camp Nou. O uruguaio aplicou uma caneta em um jogador adversário e desceu para a linha de fundo, mas foi travado no cruzamento. Mesmo assim, o público catalão aplaudiu o drible do atacante.

Apesar de alguns lances bonitos, o Barça passou mais 20 minutos com apenas as duas finalizações de Neymar na conta, demonstrando dificuldades para fazer valer o mando de campo e assumir o controle do jogo. Em um contra-ataque perigoso do Celta, que jogava de igual para igual, Nolito foi derrubado por Mascherano na meia-lua e o árbitro apitou a falta. Na cobrança, o próprio Nolito bateu mal, acima do gol de Bravo.

Passando sufoco na própria área, o Barcelona quase viu o adversário marcar com Pablo Hernández, que subiu sozinho em cobrança de escanteio e cabeceou para o gol. No entanto, a sorte culé colocou o goleiro bem posicionado para defender com segurança.

Aos 29, a pressão dos Celtiñas foi finalizada em dois lances, quando o Barça colocou mais velocidade no jogo. Na primeira oportunidade, Lionel Messi tabelou com Neymar e chutou forte, mas Álvarez fez uma bela defesa e salvou o Celta. Na sequência, o brasileiro tentou o drible na entrada da área e perdeu a bola. No rebote, Messi chutou cruzado na saída de Álvarez, mas Jonny Castro entrou de carrinho e salvou o Celta. A bola ainda bateu no travessão, mas saiu.

Se o Barça perdia uma sequência de chances de marcar, o Celta não desperdiçou a mais clara que teve. Aos 10 do segundo tempo, o time de Vigo cobrou tiro de meta e a zaga culé não tirou pelo alto. A bola ainda sobrou para Daniel Alves, mas ela acabou perdendo a posse dela na meia-lua. Com isso, Nolito aproveitou para tocar de calcanhar para Larrivey, que apareceu livre de frente para Bravo e finalizou no cantinho.

Messi ainda teve uma chance de empatar aos 19, ao arrancar para a área, driblar os marcadores pela esquerda e chutar cruzado, para a defesa de Álvarez, que salvou com os pés. Aos 35, o argentino voltou a aparecer em cobrança de falta fora da área, com um chute preciso que acertou a quina da trave.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.