Palmeiras aguarda o posicionamento da construtora para saber se poderá mandar o jogo contra o Atlético-MG no estádio

A abertura do novo estádio do Palmeiras pode não ser mais realizada na partida contra o Atlético-MG, dia 8 de novembro. A data era trabalhada nos bastidores da construtora WTorre para a inauguração, mas, apesar da aprovação do Corpo de Bombeiros, a arena ainda não possui o laudo da Polícia Militar.

Ex-goleiro Marcos na arquibancada do Allianz Parque
Sergio Ortiz/Forza Palestrina
Ex-goleiro Marcos na arquibancada do Allianz Parque

Leia tambémArena do Palmeiras recebe aval de Bombeiros e fica mais perto de estreia

"Para que o estádio do Palmeiras seja liberado para uma partida, nós temos de fazer o laudo de segurança. Esse laudo está vinculado ao AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e também a documentos da Prefeitura, como alvará de funcionamento. Sem eles, não podemos emitir o laudo de segurança. Até o momento, o Palmeiras não tem essa permissão de funcionamento da Prefeitura", afirmou o tenente-coronel José Balestieiro Filho, do 2º Batalhão de Choque, em entrevista à rádio Globo .

O Palmeiras informou na terça-feira que aguarda da WTorre uma posição sobre a possibilidade de fazer a estreia no jogo contra o Atlético-MG. O clube está disposto a jogar no local, desde que receba da construtora todos os documentos necessários, o que não aconteceu até agora.

Assim, a tabela da Confederação Brasileira de Futebol ainda marca a partida para o estádio do Pacaembu. Pelo Estatuto do Torcedor, o Palmeiras tem até esta quarta-feira para pedir a mudança para o Allianz Parque. Portanto, a construtora teria de conseguir nesta quarta todos os documentos, mas a PM deixa claro que vai ser difícil, pois ainda precisa fazer uma vistoria no local.

"Nós temos um tempo de quatro a cinco dias para emitir esse laudo (após a vistoria). Tem que ser confeccionado, mandar uma cópia vai para a Federação Paulista de Futebol e outra para o Ministério Público. Só depois da elaboração desse documento é que vamos poder definir a liberação do estádio. Isso não é feito de um dia para o outro. Não adianta o Palmeiras pedir um laudo de vistoria na quarta-feira para que o jogo seja realizado no sábado. Isso tem de ser feito com antecedência", acrescentou.

Com isso, o mais provável é de que o jogo de abertura seja realizado contra o Sport, no dia 19 de novembro, desde que seja feito também uma engenharia para não ter problemas com a preparação para os shows de Paul McCartney, que serão feitos no local em 25 e 26 de novembro.

Jogadores do Palmeiras admitem ansiedade por inauguração de estádio

A proximidade da abertura do novo estádio do Palmeiras não deixa apenas os torcedores ansiosos, mas também os próprios jogadores. O meia-atacante Mazinho reconheceu que o elenco tem grande expectativa em relação ao que encontrará na moderna casa alviverde.

"Todo mundo está curioso e querendo saber como está lá, como vai ser. Todos querem que chegue logo este dia para estrear no novo campo", afirmou o meio-campista, que chegou ao Verdão em 2012 e, por isso, nunca atuou no Palestra Itália com a camisa alviverde.

Fechado desde 9 de julho de 2010, o estádio foi totalmente remodelado e existe a ideia de que seja reaberto no jogo contra o Atlético-MG, em 8 de novembro, mas a data ficou cada vez mais improvável, porque ainda faltam autorizações dos órgãos públicos, como a Polícia Militar. Se tiver tudo pronto, o Palmeiras precisa informar à CBF sobre a mudança até esta quarta-feira, data limite para atender às exigências do Estatuto do Torcedor. O clube conversa com a construtora WTorre para saber se terá os documentos necessários. Se não conseguir todas as autorizações a tempo, a abertura deve transferida para o jogo contra o Sport, dia 19 de novembro.

Assim como Mazinho, um dos líderes do elenco também já falou sobre a curiosidade em conhecer logo o estádio. O goleiro Fernando Prass destacou a importância do Allianz Parque na evolução do clube.

"A ansiedade é de todos, porque há muito tempo que o Palmeiras está sem a casa. O Pacaembu acolheu o clube, mas qualquer palmeirense está ansioso para voltar para casa, ainda mais nesta, que será um verdadeiro espetáculo. Vai ajudar a mudar o ambiente do clube", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.