Local se chamará "Corinthians para sempre" e já está sendo construído em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo

O Corinthians colocará em prática um projeto que começou a esboçar em 2012, quando o vice-presidente Luis Paulo Rosenberg queria evitar que os torcedores fossem enterrados "ao lado de um chato". Às 14 horas desta quinta-feira, no Parque São Jorge, o clube lançará o cemitério "Corinthians para sempre".

Mário Gobbi pede processo contra preso de Oruro que brigou em Itaquera

O local já está sendo construído em Itaquaquecetuba, a menos de 50 quilômetros de São Paulo, em parceria com o Grupo Memorial. Preocupados com a aceitação da iniciativa, representantes da empresa têm evitado usar a palavra "cemitério" ao abordar o projeto exclusivo para corintianos.

Danilo elogia Mano, mas diz que Sylvinho pode ter sucesso no Corinthians em 2015

O Corinthians já oferecia aos seus torcedores a possibilidade de um seguro de assistência funeral, também com o nome "Corinthians para sempre". Ao custo de R$ 27 (plano individual) ou R$ 35 (plano familiar) mensais, era possível promover um velório personalizado, com bandeira, coroa de flores (sem folhas verdes, para não remeter ao rival Palmeiras) e carro funerário corintianos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.